Carcará (Caracara plancus)

Gavião Carcará (Caracara plancus) - Foto de Gabriel Monnerat

Classificação Científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Falconiformes
Família: Falconidae, Leach, 1820
Espécie: C. plancus
Nome Científico: Caracaraplancus,(Miller, 1777)
Nome em Inglês: Southern Caracara
Estado de conservação: pouco preocupante

Um dos maiores rapinantes da Mata Atlântica, e possivelmente o mais conhecido. Este é o carcará (Caracara plancus), que é um falcão (por pertencer a família Falconidae) mas que popularmente é chamado de gavião (o que também não é errado).Apesar do tamanho, ele tem grande fama de predador, mas não é a principal ave nessa função.

Os indivíduos dessa espécie medem entre 50-60 cm, o macho tem peso em torno de 830g e a fêmea, 950g. Eles podem alcançar 123cm de envergadura. O carcará pode ser facilmente reconhecido quando pousado, por ter uma espécie de solidéu preto sobre a cabeça, possuir uma face alaranja e um bico adunco (em forma de gancho, curvo), que lembra uma lâmina de cutelo. Em voo pode ser confundido com urubu, porem nas extremidades da asa, possui manchas claras. Suas pernas são na cor laranja, peito marrom claro com listras pretas do tipo “carijó” e predominância nas asas e dorso de coloração marrom.

Essa ave é mais oportunista do que predadora, como prega a sua fama. Tendo hábito alimentar onívoro, alimenta-se de tudo que encontra, seja vivo, morto, lixo humano. Por isso é uma das rapinantes mais adaptada as condições humanas (lixo, comidas). Seu cardápio varia de repetíeis, roedores, espécies de aves, filhotes ou não, até jaburus e garças. Mas o fato de ser menos predadora, não a impede de predar, e por isso é comum ver suiriris e bem-te-vis a atacando para se protegerem e aos filhotes.Quando isso ocorre, ela costuma emitir gritos altos, como já observei. Esse ataque ao predador ocorre com diversas espécies, inclusive outras rapinantes e até tucanos. Entretanto esse fato não ocorre com urubus, pois não são predadores, e sim detritivos.

Uma característica de seu comportamento, bastante notada é o allopreening, que consiste em um comportamento social onde indivíduos de uma espécie executam a limpeza no corpo de outro indivíduo de seu grupo social, com pequenas bicadas.Assim eles se limpeza de ectoparasitos, enquanto estabelecem bom convívio social e posição hierárquica. Este comportamento também acontece entre espécies diferentes como o carcará, predador, e o urubu-de-cabeça-preta (Coragyps atratus), que é necrófago, quando partilham alimentos e um entra no bando do outro.

Carcará (Caracara plancus)

Seu ninho é feito de galhos, ou às vezes se utiliza de um outro já pronto, colocando de 2 a 3 ovos que possuem uma mancha vermelha ou castanha medido cerca de 61mm, com incubação de 28 dias por ambos os pais. O filhote deixa o ninho por volta do terceiro mês, mas continua sobre cuidado dos pais por mais um tempo. Só a uma cria por temporada.

Ocorre de forma ampla, da argentina ao sul do EUA, ocupando toda variedade de ecossistema, fora a cordilheira dos Andes. Tendo sua maior população concentrada no sudeste e nordeste brasileiros.

As fotos do Carcará (Caracara plancus) foram tiradas no município de Cordeiro-RJ e mostra o que aparenta ser um casal. Estavam em uma árvore, em uma região de pasto, muito próxima da cidade. Costumam ser facilmente avistados, pois estão sempre em áreas abertas a procura de alimentos.

Último artigo: Saí-azul (Dacnis cayana)

Confira meu Instagram e também meus registros no WikiAves!

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.