O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Polícia investiga assassinato que teria a ver com disputa de pedreiras em Friburgo

A Polícia Civil investiga um homicídio ocorrido na manhã de domingo, 4/6, em um sítio no distrito de Amparo, em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio. José Leão de Carvalho, conhecido como Zé Leão, de 54 anos, dono de uma pedreira na localidade, foi encontrado morto a tiros. O local seria alvo de disputas na região.

O assassinato aconteceu na localidade conhecida como Buraco Quente, por volta de 9h. Zé Leão teria sido atingido por pelo menos três disparos de arma de fogo e morrido no local. A pedreira da vítima seria alvo de disputas de extração na região.

Em abril deste ano, o distrito recebeu a visita da Polícia Federal que deflagrou a Operação Stone com o objetivo de reprimir a atividade de extração ilegal de minérios nas pedreiras localizadas nos municípios de Bom Jardim e Nova Friburgo, ambos situados na Região Serrana do estado do Rio de Janeiro.

Em uma pesquisa na internet é possível encontrar no site jusbrasil um processo na qual José Leão de Carvalho estaria envolvido por possível extração ilegal de minérios e até teria sido preso em 2006. José Leão, seu pai e um antigo sócio, teriam sido condenados pelo juiz federal Sandro Valerio Andrade do Nascimento por crimes ambientais.

Segundo a peça acusatória, em 12/06/06 foi realizada operação conjunta entre Polícia Federal, Ministério Público do Trabalho, IBAMA e FEEMA, tendo sido lavrado auto de prisão em flagrante da vítima, seu pai e um sócio sob alegação de extração ilegal de pedras.

Polícia Federal mira extração ilegal de minérios em Friburgo e Bom Jardim

Veja também
error: Content is protected !!