O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Conheça o inseto tesourinha, que tem aparecido nas casas da região

Na coluna ambiental de hoje, vamos falar sobre um inseto que tem aparecido em muitas residências da nossa região, e até causado um certo espanto e estranheza. Muito por conta de sua aparência e por pouco conhecimento sobre ele. No entanto, apesar de sua forma não convencional, é inofensivo – diferente do que muitos pensam – e assim como todos os animais, ele também cumpre sua função no ciclo natural.

Afinal, que bicho é esse?

Os insetos tesouras,  tesourinhas ou lacrainha  são da ordem Dermaptera. Existem mais de 20.000 espécies diferentes que podem ser identificadas popularmente como tesourinha, divididos em 16 famílias. Esses insetos, têm seis patas, como os demais, e duas estruturas rígidas na parte traseira do corpo, semelhantes a um alicate, ou como seu nome diz, tesoura.

A pinça da tesoura a protege, além de serem usadas em rituais de acasalamento e como instrumento de reprodução. Embora a maioria das espécies desse inseto se alimente de plantas, algumas espécies comem insetos menores e se alimentam deles usando suas pinças.

O tamanho e a forma das pinças variam. Eles geralmente são maiores nos machos do que nas fêmea. Mas eles só beliscam quando se sentem ameaçados. Então, as tesourinhas são perigosas?!

Na verdade, eles não nos atacam e muito menos são venenosos, mas caso isso ocorra, basta limpar a ferida como um simples arranhão, podendo utilizar um antisséptico, de costume.

Conheça o inseto tesourinha, que tem aparecido nas casas da região

Estes tipos de insetos são principalmente ativos à noite, durante o dia gostam de se esconder em locais escuros e úmidos, como debaixo de pedras e entre as plantas, e podendo entrar em nossas casas, junto de plantas, ou qualquer outro meio que os leve e, podem ali permanecer.

As tesourinhas são uma praga desagradável, principalmente quando aparecem no jardim, porque são onívoros e podem danificar folhas, frutos e flores.  Manter a casa bem iluminada e livre de umidade é uma boa solução para colocar tesouras para fora. Portanto, fique tranquilo, pois os insetos tesourinhas são inofensivos para os humanos e até ajudam a manter a dinâmica ecológica, pois se alimentam de outros insetos, fungos e musgos e, às vezes, são usados ​​para também controlar pragas em plantas.

Mas se acontecer uma desagradável infestação, existem alguns produtos que ajudam a controlar as pragas domésticas mais comuns, como o ácido bórico: (que é usado como fertilizante, mas que também pode combater insetos, fungos e outras pragas). O melhor, entretanto, é ter atenção a existência de seus predadores naturais, como as centopeias. Em ambiente saudável, essas relações entre presa e predador são equilibradas e auto reguláveis.

As tesourinhas estão sempre escondidas no escuro, por isso às vezes é difícil saber de onde vieram e onde se reproduziram. Caso a infestação aconteça dentro de casa, preste atenção onde eles costumam aparecer e faça uma busca profunda pela casa, tentando descobrir onde eles se reproduzem. Encontrando o local, você pode remover os insetos ou optar por um inseticida, dependendo do grau de infestação. O uso de um aspirador de pó após esse procedimento ajuda a remover os insetos remanescentes, ainda pequenos, e ovos.

E você, já conhecia esse inseto diferente? Já topou com ele em seu jardim? Não se assuste, as menores e mais estranhas criaturas, para nossa percepção, podem ser inofensivas, e as vezes benéfica para o equilíbrio ambiental. Vale a atenção para esse mundo de pequenos seres, pois é fascinante a sua variedade.

Gabriel Monnerat – Serra News

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais