O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Lagarto teiú volta a ser frequente em Cordeiro e região

Hoje vamos falar de um réptil, mais especificamente um lagarto, que tem sido cada vez mais frequente em nossa região: o teiú. Essa ocorrência é boa pois, no passado, como contam pessoas mais velhas, sua carne era muito consumida pelos moradores do interior (por escassez de alimento ou pelo hábito da caça).

Hoje em dia não há essa escassez e as pessoas estão mais conscientes e, em termos de preservação, a caça não é estimulada como antes. Como consequência,  o que  vemos é que esse lagarto está sendo cada vez mais avistado, sendo comum sua ocorrência em locais com mata, áreas de parques e até jardins de casas próximas a áreas arborizadas. No campo, é visto com frequência próximo a galinheiros, onde busca por ovos. Eu, além de avistá-los nas proximidades da minha casa em Cordeiro, tenho ouvido muitos relatos da ocorrência dessa espécie

Mas, afinal, eles são perigosos? Não! Na verdade, são mais pacíficos que perigosos, mas atacam quando estressados ou ameaçados e não são venenosos. Eles podem usar a cauda para atacar, como um chicote. São animais onívoros, ou seja, comem de tudo, vegetal e animal, apesar pela preferência por ovos, insetos, larvas, aves e roedores também compõe sua dieta. Além de frutas, como goiaba, pitanga, acerola, dentre outras.

Os teiús têm fama de serem os lagartos mais explorados comercialmente no mundo. Sendo caçado por sua pele e para abastecer o comércio de animais, também são tidos como pet. Em regiões da Argentina, Paraguai e Bolívia também são caçados para consumo humano. Já no Brasil, este lagarto pode ser criado em cativeiro e comercializado com aval do IBAMA. Mas precisamos considerar que é muito mais importante e significativo que esses animais, como todos os outros silvestres, tenham assegurado o direito à vida livre.

Como muitos lagartos, os teiús, costumam andar quase arrastando no chão, sem levantar muito as pernas. Mas quando ameaçado, ou se precisas se deslocar mais rápido para caçar, por exemplo, estica as pernas ficando com o corpo distante do chão e assim conseguindo atingir velocidades maiores. Vale considerar que esse é um comportamento comum a outros lagartos.

Outra característica interessante do teiú é que sua língua é bifurcada como as das cobras, servindo para captar cheiros e assim ajudar na hora da caça. Como o maior lagarto do Brasil, pode chegar até 2 metros e pesar 5 kg. No inverno costuma hibernar, enquanto nas épocas quentes toma longos banhos de sol.

Agora que conheceu um pouco mais desse fascinante réptil, não precisa temê-lo. Observem de longe, para garantir a não interferência em seus hábitos, e apreciem sua beleza.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais