Tico-tico (Zonotrichia capensis) e a perda de território

Tico-tico (Zonotrichia capensis) e a perda de território

Classificação Científica:
Reino:   Animalia
Filo:Chordata
Classe:Aves
Ordem: Passeriformes
Subordem: Passeri
Parvordem: Passerida
Família: Passerellidae,  Cabanis & Heine, 1850
Espécie:Z. capensis
Nome Científico: Zonotrichia capensis (Statius Muller, 1776)
Nome em Inglês: Rufous-collared Sparrow
Estado de Conservação: Pouco Preocupante

Hoje temos um passarinho muito conhecido, mas pouco avistado em nossa região serrana, principalmente na parte baixa, indo em direção à região norte do estado do Rio de Janeiro: o tico-tico (Zonotrichia capensis), que a gente tanto ouve falar. Principalmente as pessoas mais velhas, dizem que essa era uma ave muito abundante, tanto no campo, quanto nas cidades, e que acabou perdendo território.

DSC9608 1Esse pequeno passarinho, marcado por seu topete, e sua faixa ferruginosa no pescoço, mede 15cm aproximadamente e pode ser facilmente visto em bando e junto de outras aves, principalmente canário, compondo bandos mistos. Nos locais onde ocorre, é bastante apreciado, principalmente por quem tem quintais e comedouros, onde é costume colocar canjiquinha de milho e algumas frutas, como mamão, para atraí-los. Uma caraterística que o torna atraente é seu canto melodioso, principalmente pela manhã cedo e fim de tarde.

Na nossa região, descendo a Serrana e indo ao norte, sua presença diminuiu bastante. Um dos motivos a que se atribui essa redução populacional é a ocorrência do pardal (Passer domesticus), uma ave exótica altamente adaptada ao ambiente urbano e rural e que compete com o tico-tico por alimento e território. Assim sendo, o tico-tico passou a ser mais observado em locais de matas, mais afastados de centros urbanos, o que não acontecia antigamente, como conta a tradição oral.

Esta foto de capa, foi realizada em Conceição do Ibitipoca-MG, onde esta espécie é muito comum, ocorrendo nas matas, campos rupestres de altitude e frequentadora de quintais, podendo ser vista facilmente, inclusive junto com canários e sanhaçus onde faz bando misto.

Uma característica do tico-tico (Zonotrichia capensis), é que ele pode ser encontrado até a altitudes de 1600 m mais ou menos, o que torna uma espécie com boa amplitude de território. Outra curiosidade é sua eternização na canção de Carmem Miranda “tico-tico no fubá” o que fez com que tal espécie fosse conhecida mundialmente.

Veja mais em wikiaves e instagram !

Gabriel Monnerat

Gabriel Monnerat

Geógrafo e fotógrafo da natureza com enfase em aves.