Conheça o ipê-amarelo, cujo a flor é símbolo do Brasil

Conheça o ipê-amarelo, cujo a árvore flor é símbolo do Brasil

Ipê amarelo é uma denominação genérica que abrange algumas espécies do gênero Tabebuia e Handoantros. É uma árvore de grande importância ornamental, muito usada em paisagismo e urbanismo pela beleza e colorido de suas flores. Além disso, ela atrai algumas aves polinizadoras, como o beija-flor, e até jacus que se alimentam de suas flores. Fatos esses que evidenciam  a importância de sua preservação.

Esta é uma das espécies arbóreas mais conhecidas do Brasil, se não for a mais conhecida. Tanto que ela divide como pau-brasil o status de árvore símbolo do Brasil. Alguns consideram o pau brasil como árvore símbolo e o ipê amarelo como a flor símbolo do país, já que em 1961 o então presidente Jânio Quadros, declarou a espécie o ipê-amarelo Tabebuia vellosoi  como flor nacional.

O ipê amarelo é facilmente reconhecido por sua floração, quando caem as folhas e ficam somente as flores amarelas. Está árvore ocorre corre principalmente na mata atlântica, preferindo áreas de encostas e drenadas, mas também pode ser vista no cerrado e caatinga, por abranger 12 espécies diferentes.

Por ser considerada de grande porte (de 4 a 10 metros, dependendo da espécie) e sua madeira nobre, é utilizada para construção civil e naval, embora com menos  procura que o ipê-roxo, por possuir madeira dura e resistente. Essa espécie também é utilizada em restauração ambiental, em processos de reflorestamento. E interessante observar que é que assim que a floração do Ipê-roxo vai acabando, o do amarelo vai surgindo, fazendo um belo contraste.

A espécie tem sua floração, em forma de buquê, nos meses de agosto e setembro. Pouco tempo depois, podendo se estender até três meses, formam-se os frutos e brotam novas folhas. Os frutos, quando maduros, rompem-se e suas sementes aladas são carregadas pelo vento. Em locais onde existe essa árvore, é normal ver as sementes espalhadas pelo vento como se fosse uma chuva. A germinação de sua semente é fácil e rápida, demorando entre 8 a 12 dias e as mudas podem ser obtidas tanto pelas sementes, quanto por enxerto ou estaquia.

Está foto de capa, foi realizada no Município de Cordeiro, onde a árvore tem ocorrência ornamental, encontrada em praças, ruas, quintais e jardins. O ipê amarelo também ocorre naturalmente na mata urbana conhecida como Mata do Posto e no ambiente rural que circunda a cidade, podendo até ser considerada a árvore símbolo do município.

É importante ressaltar que apesar de seu uso para construção, o corte da árvore sem permissão dos órgãos reguladores é crime ambiental, passível de pena.

Gabriel Monnerat

Gabriel Monnerat

Geógrafo e fotógrafo da natureza com enfase em aves.