Passarinhar: Dicas para praticar birdwatching na Região Serrana

 Passarinhar: Como praticar birdwatching na Região Serrana

Hoje falaremos de algo que se tornou muito importante, no quesito meio ambiente, que é a passarinhada ou, no termo original em inglês, “birdwatching”. O que nada mais é, em uma tradução literal, observação de aves tanto pelo prazer da observação quanto para registro fotográficos e estudos.

Mas a observação de aves vai muito além do simples olhar, passando por questões que envolvem o homem com a natureza, nas formas de entender e conhecer, uma vez que sem um conhecimento do local a ser explorado, a passarinhada não se torna proveitosa. É preciso, por exemplo, entender os períodos frutíferos do ecossistema onde se pretende fazer a observação. Vale também uma pesquisa prévia sobre algumas espécies locais, identificando seus hábito para saber melhor qual período do dia para observá-la.

 Passarinhar: Como praticar birdwatching na Região Serrana

Antes de falarmos algumas técnicas, é importante dar destaque ao site wikiaves, que foi criado em 2009, e fez com que essa prática no Brasil passasse de pequenos grupos para uma quantidade enorme de observadores, colocando o país como um dos que mais ocorre essa prática. Este site permite ao usuário, cadastrar fotos e sons de espécies de aves por localidades presentes no Brasil. É sabido que tal prática tem ajudado muito em pesquisas, reflorestamento e preservação, entre outras.

Podemos adotar algumas técnicas para a observação de aves, que vão além do prévio conhecimento do ecossistema e da avifauna local -o que ajuda a achar mais fácil as espécies.Algumas técnicas ajudam bastante a observação e podemos destacar duas que são muito utilizadas por observadores, e que possibilitar o registro sonoro e fotográfico: a ceva e o playback.

O playback consiste no ato de se colocar o canto ou chamado de uma determinada ave para atraí-la. Há possibilidade de se colocar chamado, ou apelo de certa ave, como sabiá por exemplo, em regiões de mata atlântica para que se atraia uma gama variada de aves. Isso também ajuda quando não sabemos o que podemos encontrar, porque o canto de uma ave acaba atraindo outras, de diferentes espécies. Um playback de saíra, por exemplo, ajuda a chamar as próprias e beija-flores.  Tal pratica deve ser feita com respeito, e não se deve abusar demais para não acabar espantando-as do local. Vale lembrar que ao utilizar tal técnica, preferir sempre que tiver o apelo ou chamado do animal, visto que muitos são territorialistas e o canto pode afastá-los, considerando que não é seu território.

Passarinhar: Como praticar birdwatching na Região Serrana

A ceva é uma técnica que se resume em colocar alimento, na sua grande maioria frutas e sementes, para que as aves sejam atraídas. Com tal prática, o animal acaba acostumando com o local e aparecendo em busca desse alimento, o que facilita sua observação e fotografia. Muitas vezes, quando tal pratica é bem feita, o animal se aproxima sem uso de playback.  Um exemplo que facilita entender como é a ceva, é o dos comedouros que colocamos nos quintais, praças e parques, onde deixamos sementes e frutas para atrair aves para o local.

O que não podemos esquecer é que o ideal deve sempre um ambiente preservado, com abundância de alimentos, para que a observação aconteça de forma natural. Devermos considerar que se há um atrativo, haverá uma ave,por isso a necessidade da preservação do ambiente. Podemos considerar, também que a propagação de frutíferas, palmeiras e arbustos que atraem aves, é uma prática que está servindo para a manutenção do equilíbrio do meio ambiente. Essa é a ideia de uma cadeia simples: plantamos uma frutífera, uma ave ou animal se alimenta dela, dispersa a semente e, assim, o ambiente vai se renovando.

Na nossa Região Serrana, temos locais que são destaques para quem pretende observar aves, começando pelo parque do Caledônia, na cidade de Nova Friburgo que se caracteriza por sua altitude que varia de mais ou menos 1000mts até 1220mts mais ou menos, o que faz com que se encontre animais e aves de altitude.  Outro lugar interessante e que tem tal pratica de observações de aves, como atividade turística, é o Município de Santa Maria Madalena, que possuí o seu horto florestal, e parque Estadual do Desengano – locais incríveis para observadores. No horto, por exemplo, pode-se encontrar incrível variedade de espécies em uma área territorial reduzida, se comparada à do parque. Vale ainda destacar os parques da Serra dos Órgãos (abrangendo e os municípios de Petrópolis e Teresópolis), e o Parque Estadual dos Três Picos (Cachoeiras de Macacu e Nova Friburgo), que se destacam por suas elevações e estado de preservação ambiental, o que faz com que possamos encontrar uma gama enorme de aves. Em áreas urbanas, podemos citar o Parque São Clemente, em Nova Friburgo, e a Mata do Posto, em Cordeiro.

Passarinhando na Região Serrana do Rio de Janeiro

Os equipamentos básicos para se fazer a observação de aves, além de um olhar e audição aguçados que se adquire com a pratica, são um binoculo e um reprodutor de áudio, e se for utilizar o playback . Para quem pretende fotografá-los, uma câmera que tenha um bom zoom. Vale lembrar sempre que o silêncio é imprescindível, assim como movimentos calmos.

Antes de terminar posso alertá-los quem uma vez que se começa a passarinhar, não se consegue largar esse vício saudável nunca mais, pois faz bem para o corpo e a alma.

Instagram e registros WikiAves!