O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Região dos Lagos: Polícia prende suspeitos no homicídio do trader Wesley Pessano

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quinta-feira (2) ,uma operação para prender quatro homens que estão ligados diretamente com o assassinato do trader e influenciador digital Wesley Pessano Santarém, de 19 anos, morto a tiros no bairro São João, em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, no mês passado.

Três suspeitos foram presos: Thiago Julio Galdino, Bruno Luzardo Vidal Sabajes e Valder Janilson Chaves dos Santos. Fabio Natan Nascimento, mais conhecido como FB, já é considerado foragido.

A operação foi batizada de Pullback, expressão que remete a um movimento de correção repentino que contraria a tendência do mercado.

Agentes da força-tarefa criada para investigar a execução do investidor estão em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Os suspeitos estavam em um segundo carro que deu apoio à execução. A polícia quer entender o que motivou a morte de Pessano.

A Polícia Civil montou uma força-tarefa para investigar a morte do investidor, além de outros crimes que podem estar ligados ao mercado de criptomoedas em Cabo Frio, também na Região dos Lagos.

Os agentes não descartam que o rapaz executado estivesse envolvido numa disputa entre grupos concorrentes que investem em moedas virtuais ou que ele possa ter causado prejuízo a uma pessoa. Outra hipótese levantada é a de queima de arquivo.

Outros três envolvidos na morte do trader já haviam sido presos no início de agosto.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais