O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Muito querida em Cantagalo, enfermeira Maura Huguenin morre de Covid-19

Enquanto muitos ainda optam pela irresponsabilidade de não evitar aglomerações e praticar o isolamento social, muitas famílias continuam chorando a perda de seus entes queridos em Cantagalo, na Região Serrana do Rio, em decorrência da Covid-19. Por volta das 14 horas desta quinta-feira (13/5), o município perdeu mais uma cidadã. Desta vez, a enfermeira Maura Barria Huguenin – muito querida na cidade – deixa uma lacuna irreparável na história de Cantagalo.

No último domingo (9), o vereador Paulo Henrique Ferreira (Paulinho), presidente da Câmara Municipal de Cantagalo, também morreu por complicações da Covid-19. (Releia) Sua última aparição em sessão ordinária, onde presidiu os procedimentos do Legislativo Cantagalense, aconteceu no dia 22 de abril. Foi tudo muito rápido e inesperado, como realmente age essa doença imprevisível e mortal.

No último boletim divulgado pela Prefeitura, Cantagalo chegou a um total de 38 óbitos desde o início da pandemia (não contabilizando a morte de hoje). Ainda de acordo com o último boletim, o município contabiliza 2.190 casos positivos, sendo que 1.982 moradores já se recuperaram e 169 casos estão ativos na cidade. (Veja)

Nota

“A Secretaria Municipal de Saúde e a Prefeitura de Cantagalo, se solidarizam com a família da profissional de saúde e Enfermeira, Maura Barria Huguenin, pelo seu falecimento ocorrido nesta quinta-feira.

Maura Huguenin, sempre foi uma profissional de saúde muito dedicada. Por muitos anos esteve à frente da Vigilância Epidemiológica no município de Cantagalo. Lutou bravamente junto a equipe da saúde no combate à pandemia da covid-19. Nossa homenagem, carinho e respeito a ela.

Neste momento de grande dor e muita tristeza, manifestamos o mais profundo pesar e solidariedade com os familiares e amigos.”

Nota de Pesar da Prefeitura de Cantagalo pela morte da enfermeira Maura Barria Huguenin

Lockdown

O município de Cantagalo não vai decretar “lockdown”, nem adotar medidas mais rigorosas de circulação na cidade, por enquanto. Em entrevista na Rádio 94.3 FM nesta terça-feira (11), o prefeito Guga de Paula disse que todas as medidas do último decreto Nº 3.648/2021, de 05 de maio, permanecem em vigor. O Comitê de Resposta à Crise de Covid-19 sugeriu na segunda-feira (10), que o município adotasse o “lockdown” na cidade pelo prazo de 15 dias. Mas o decreto que continua em vigência até um novo decreto, é o de Nº 3.648/2021.

Cantagalo não vai decretar lockdown e decreto atual continua valendo

Cantagalo decreta luto de três dias pela morte do vereador Paulinho

Presidente da Câmara Municipal de Cantagalo morre por complicações da Covid-19

 

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais