Truculência da PM no interior do RJ gera indignação na internet

Truculência da PM no interior do RJ gera indignação na internet

Excesso de força. Truculência nas abordagens. Abuso de autoridade. Se antes os casos de truculência em abordagens policiais tomavam notoriedade somente nos grandes centros, de uns tempos para cá, essa onda atinge o interior do estado do Rio de Janeiro. E, aparentemente, não há punição para policiais que excedem o uso da autoridade.

Muitas tem sido ultimamente as indignações da população quanto aos mais variados tipos de abordagens da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Alguns casos são registrados e, através da mídia, atinge autoridades maiores e chega ao consentimento da população. Mas, a maioria dos casos, continuam acontecendo sem registros e sem punição.

Itaocara

Desde sábado (4 de julho), circula um vídeo que deixou os itaocarenses indignados. O episódio teria ocorrido na RJ-152, no trevo de acesso a Laranjais, 2º distrito de Itaocara, no Noroeste Fluminense. Um caminhoneiro foi abordado por policiais militares que estavam fora de serviço e a caminho do trabalho. Houve discussão e um dos policiais acabou agredindo o caminhoneiro.

O vídeo tem cerca de 3 minutos e termina quando a situação parece ter se acalmado. As imagens viralizaram em todo o interior fluminense e têm causado indignação nas redes sociais. A redação não conseguiu localizar o caminhoneiro, mas colegas de profissão repudiaram a ação dos policiais e relataram que a briga começou após o caminhoneiro ter tentado desviar de um buraco na estrada. (Assista o vídeo!)

A defesa dos policiais informou que ambos foram surpreendidos pelo caminhão que seguia em zigue-zague no trecho onde buracos haviam sido tapados. Para evitar uma colisão, os PMs jogaram o carro para fora da pista e depois decidiram abordar o caminhoneiro para averiguar a situação. O caminhoneiro teria desacatado os policiais e houve discussão. A defesa também disse que o celular do caminhoneiro não foi destruído, inclusive devolvido após a discussão, e que a situação teria sido esclarecida entre as partes posteriormente. A defesa dos PMs ressaltou que os agentes são bastante conhecidos dentro de Itaocara por terem um trabalho ativo e que lhes renderam várias homenagens.

Já a Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que a 6ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar está atuando no caso. “A vítima confirmou as agressões em sede de DPJM e o comando do 36º BPM (Santo Antonio de Pádua) já ouviu os policiais. Um procedimento apuratório interno foi instaurado para avaliar as circunstâncias do fato.”, diz a nota.

Cantagalo

No final de maio, um trabalhador foi agredido por policiais em Cantagalo, na Região Serrana. Um vídeo que chegou à redação do Serra News, mostra um policial desferindo um soco no rosto de um rapaz no bairro São José e sua esposa filmou tudo. Não contentes ao perceber que estavam sendo filmados, os policiais mandam apagar o vídeo e, um deles, parte pra cima da mulher.

O caso ocorreu na Rua Nair Jacinta. O vídeo mostra o rapaz sendo imobilizado e levando um soco no rosto já no chão, enquanto sua mãe tentava protege-lo da ação. De acordo com a esposa do rapaz – que tem uma padaria na localidade – ele foi agredido em frente das filhas após reclamar que a viatura da Polícia Militar estava passando em alta velocidade na rua que não possui calçada e tem muita movimentação de crianças.

Um inquérito foi instaurado para analisar a truculência na ação da Polícia Militar. Porém, o PM não foi afastado, não recebeu punição e continua nas ruas de Cantagalo, trabalhando normalmente como se nada tivesse ocorrido. Esse tipo de atitude da corporação militar gera ainda mais medo e insegurança por parte da população.

Na ocasião, o 11º Batalhão de Polícia Militar informou que o homem teria desacatado os policiais militares, que estavam numa ação para prender dois indivíduos suspeitos de furto no distrito de Boa Sorte, em Cantagalo. Porém, testemunhas relatam que o fato ocorreu pouco tempo depois de os rapazes terem sido presos. A assessoria da PM informou ainda que o rapaz não obedeceu a ordem de prisão que lhe foi dada devido o desacato.

Mulher filma esposo sendo agredido por policiais em Cantagalo

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.