Anu-preto (Crotophaga ani)

Anu-preto (Crotophaga ani) Foto de Gabriel Monnerat

Classificação Científica:
Reino: Animmalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Cuculiformes
Família: Cuculidae
Subfamília: Crotophaginae
Espécie: C. ani
Nome Científico: Crotophaga ani
Nome em Inglês: Smooth-billedAni
Estado de Conservação: Pouco Preocupante

Hoje teremos o pássaro, o anu-preto (Crotophaga ani), irmão do anu-branco, porém mais misterioso que este, por sua cor escura e alguns sons que emite. Eles vivem em bandos e podem ser visto junto com o anu-branco, já que o habitat é o mesmo e a alimentação praticamente igual.

É uma espécie de pássaro grande, com cerca de 36 cm, mas com um corpo franzino. Pesa entre 76 e 222 gramas, sendo a fêmea mais leve que o macho. Sua coloração é um preto uniforme, mas com boa luminosidade ou aproximação percebe-se alguns tons azulados, e até amarronzado, em algumas penas, o que o torna um pássaro muito bonito em detalhes. Seu bico possui uma protuberância, sendo este forte e curto. Eles forma casais, mas vivem em bandos.

Apesar de ser facilmente reconhecido pelo canto, é capaz de emitir uma dezena de sons diferentes, tendo principalmente dois alertas característicos: um pio em que todos os membros do grupo se empoleiram em locais visíveis, e outro de alerta frente à alguma ameaça, fazendo com que o bando se esconda no mato.

Espécie Anu-preto (Crotophaga ani)

É comum vê-lo, próximo do chão, em arbustos baixos, áreas com águas e alagadiços, campos, pastos, não sendo difícil avistá-lo a altura dos olhos ou um pouco mais. Ao longo de rodovias, costuma ser a única ave a ser vista. Tem ampla ocorrência, que vai desde o sudeste dos Estados Unidos da América, nas ilhas do Caribe, sudeste do México, Costa Rica até o Equador, arquipélago de Galápagos até o norte da Argentina. Também ocorre na porção leste da América do Sul, desde o leste da cordilheira dos Andes na Venezuela, Guianas, Brasil até o norte do Uruguai.

Há uma crendice absurda sobre essa espécie que diz que a ingestão de sua carne serve para cura de doenças sexualmente transmissíveis. O anu-preto também é conhecido como o porteiro das sombras, por ter esse ar meio sombrio, valendo-se de sua coloração preta.

O anu-preto (Crotophaga ani), apesar de fazer ninhos individuais, se associa a outros casais do bando para criar a prole juntos. O macho traz comida para fêmea, quando visita o ninho. No período de acasalamento, o macho faz uma espécie de dança no solo para a fêmea, que coloca de 4 a 7 ovos na cor azul-esverdeada, com curta incubação variando de 13 a 16 dias. Os filhotes costumam deixar o ninho antes de voar, mas se há um perigo, retornam.

Essa é uma espécie que não é tão difícil de ser observada, nem fotografada, não tendo necessidade de incursões nas matas, pois são facilmente observados em pastos com pequenos arbustos. Seu canto relativamente alto, como um grito, denuncia facilmente sua presença, a certa distância. Em períodos de seca, costumam visitar locais com água, pois muitos animais como insetos, pequenos roedores e anfíbios visitam esses locais – o que é um banquete para eles.

A foto de capa foi realizada no município de Cordeiro-RJ, onde são bem frequentes, e encontrados em bandos. Esta, em questão, foi feita em um quintal de uma casa, no bairro IPERJ. E na outra fotografia, podemos ver o anu-preto se alimentando, quando o individuo foi ao chão capturar sua presa: um inseto grande, um de seus pratos preferidos. Para se alimentar desse inseto, de carapaça dura, o anu-preto bate com ele nos galhos e troncos, para quebra-la. No momento das fotos, eles estavam em bando.

Coluna anterior: Bico de lacre (Estrilda astrild)

Confira meu Instagram e registros WikiAves!