O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Câmara protocola pedido de cassação do prefeito de Cantagalo

Após o episódio na véspera de Natal, o prefeito Joaquim Augusto Carvalho de Paula, popular Guga de Paula, pode ser afastado de suas funções na Prefeitura de Cantagalo, na Região Serrana do Rio de Janeiro.

O cantagalense e suplente de deputado estadual, Welbert Pedro, filiado ao Partido Liberal (PL), na quarta-feira, 27/12, protocolou uma denúncia contundente na Câmara Municipal de Vereadores de Cantagalo, baseada nos artigos 4º do Decreto-Lei nº 201/1967 e 64º e 67 da Lei Orgânica do município.

De acordo com a peça protocolada, a conduta do prefeito está em total desrespeito ao cargo que ocupa, sendo incompatível com a dignidade e o decoro exigidos para um representante do povo. Além disso, de acordo com o documento, os atos praticados por Guga de Paula configuram infrações político-administrativas, previstas nos dispositivos legais mencionados.

Ainda na quarta-feira (27), mesmo em período de recesso parlamentar, vereadores se reuniram internamente para debater o assunto. Ao portal Serra News, o presidente da Câmara de Cantagalo, vereador Ciro Fernandes Pinto, informou que vai acatar a denúncia do cidadão que é parente da proprietária do bar onde o fato ocorreu.

“Recebemos essa denúncia e eu marquei uma sessão extraordinária para a próxima sexta-feira (29/12), às 14 horas, aberta ao público, para apresentar a denúncia protocolada e vamos colocar em plenária, caso a maioria simples vote a favor, vamos dar prosseguimento para abertura de uma comissão e julgar o pedido de afastamento do prefeito em 90 dias” – disse Ciro Fernandes Pinto ao portal Serra News.

A peça protocolada pelo cantagalense Welbert Pedro, requer, em caráter urgente, o afastamento do prefeito Joaquim Augusto Carvalho de Paula (Guga de Paula) do cargo. Ele afirma que tal medida é necessária para garantir a segurança e o bem-estar da comunidade cantagalense, bem como a preservação da ordem administrativa e do Estado de Direito.

A direção do portal fez contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Cantagalo, solicitando nota oficial sobre o caso e deixando o espaço plenamente aberto para o pronunciamento do prefeito. Entretanto, até o término desta reportagem, não obtivemos nenhum retorno.

Prefeito de Cantagalo foi preso

Prefeito de Cantagalo invade bar com arma em punho e persegue homem
Imagens do circuito de câmeras de segurança.

A Polícia Militar prendeu, na noite de domingo (24/12), véspera de Natal, o prefeito Joaquim Augusto Carvalho de Paula, popular Guga de Paula, após invadir um bar com arma em punho e perseguir um homem na localidade de Aldeia, em Cantagalo, na Região Serrana do Rio de Janeiro.

Segundo informações apuradas, o prefeito perseguiu o marido de Fernanda Torres, que foi candidata a vice-prefeita no município ao lado do candidato a prefeito Hugo Guimarães, nas Eleições 2020, após uma discussão. No carro do prefeito, a Polícia Militar apreendeu um revólver calibre 38 com seis munições intactas.

O prefeito Guga de Paula foi detido e encaminhado à 151ª Delegacia Legal de Nova Friburgo, onde foi autuado por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e ameaça. Ele permaneceu preso e foi liberado em seguida, após pagar fiança de R$ 4 mil.

Guga se envolve em acidente

No final de novembro, o prefeito Guga de Paula se envolveu em um acidente no distrito de Laranjais, em Itaocara, no Noroeste Fluminense. Segundo residentes, ele estava visivelmente embriagado ao volante, quando, descontrolado, acabou subindo com o seu carro sobre uma calçada.

Haviam famílias no local no momento do acidente, mas ninguém se feriu. O secretário de Governo da Prefeitura de Cantagalo, informou à Inter TV, nessa ocasião, que o carro estava estacionado, o prefeito não havia ingerido álcool e que houve um problema no câmbio do veículo.

Vídeo: Prefeito de Cantagalo invade bar com arma em punho e persegue homem

Vídeo: Prefeito de Cantagalo é flagrado embriagado ao volante em Itaocara

Empresas apoiam a informação de qualidade

Veja também
error: Content is protected !!