O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Policial atira e mata homem durante evento de motocross em Macuco

Um homem foi morto com um tiro durante o evento da tradicional Trilha de São João Batista em Macuco, na Região Serrana do Rio. O crime aconteceu no Parque de Exposições Edgar Rodrigues Luterbach, no domingo (18/6). O atirador era um policial militar que participava do evento em momento de folga. A vítima fatal foi identificada como Uanderson Silva Pereira.

Ocorrência da Polícia Militar

De acordo com o Registro de Ocorrência da Polícia Militar, que estava ainda em andamento com atualização às 22h, a guarnição de COP em Cordeiro recebeu determinação plantão a fim de proceder ao Rural Park em Macuco, onde um homem teria sido baleado durante uma briga durante um evento.

Durante o deslocamento, a guarnição recebeu informação do veículo que o autor do disparo estaria e que um cidadão baleado estava sendo conduzido ao Pronto Atendimento da Casa do Parto de Macuco para ser socorrido. A vítima chegou já em óbito na unidade.

Chegando em Macuco, a guarnição se deparou com o veículo que o autor estava, sendo feito a abordagem policial. Ao ver a viatura, o veículo estacionou, e ao ser abordado, o condutor se identificou como policial. O mesmo informou que sua arma estava na cintura, sendo recolhida, uma pistola Glock .40 Modelo G22, com 13 munições.

Ao ser informado da denúncia, o mesmo relatou que após uma discussão, teria sido cercado e que ao se identificar como policial militar, teria sido agredido, momento em que sacou sua arma pedindo para que os suspeitos se afastassem, mesmo assim continuaram indo em direção ao mesmo no intuito de pegarem sua arma. Com medo de perder a arma e ser morto, o mesmo efetuou um disparo para se defender.

Ainda de acordo com o RO da Polícia Militar, após o ocorrido, o policial deixou o local com medo de represálias e estaria indo pedir auxílio no Destacamento de Policiamento Ostensivo de Macuco. A guarnição deixou o atirador com a guarnição de Patamo 3ª Cia e procedeu ao Pronto Atendimento da Casa do Parto de Macuco para ver a vítima, momento que souberam que Uanderson Silva Pereira encontrava-se em óbito.

Versão de populares

Já a versão de populares narra, segundo informações extraoficiais, que o policial que atirou e acabou tirando a vida de Uanderson Silva Pereira, estaria alcoolizado e teria mexido com a mulher da vítima no evento. Uanderson ao saber disto, teria ido tirar satisfação com o policial, que teria sacado sua arma e efetuado o disparo contra a vítima.

Uanderson Silva Pereira, era morador de Macuco, trabalhava em uma fábrica de laticínios na cidade, era casado há 10 anos e deixa uma filha pequena. O enterro do rapaz será no Cemitério São João Batista, no bairro Barreira, na segunda-feira (19/6).

O caso foi registrado na 154ª Delegacia Policial de Cordeiro, onde o caso será investigado. A informação inicial é que o policial militar que fez o disparo contra a vítima, permaneceu preso e foi transferido para uma unidade prisional em Niterói. A Polícia Civil deve iniciar uma série de investigações para saber exatamente todo o ocorrido.

Empresas apoiam a informação de qualidade

Veja também
error: Content is protected !!