O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Praças de pedágio da BR-040 devem funcionar com cancelas abertas; entenda

Responsável pela administração de cerca de 180 km da BR-040 desde 1996, a Concer deve perder o direito a operação na rodovia ainda neste mês de fevereiro.

Em 2021, quando o contrato da concessionária estava previsto para acabar, a empresa alegou desequilíbrio financeiro e conseguiu na Justiça uma liminar que a autorizava a continuar administrando a rodovia; este prazo se encerra no próximo dia 16.

A BR-040 é a principal ligação entre os estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro, sendo um dos mais importantes eixos rodoviários do Sudeste do país.

O trecho, até então administrado pela Concer, abrange as cidades de Juiz de Fora, Matias Barbosa e Simão Pereira, em Minas Gerais, e Comendador Levy Gasparian, Três Rios, Areal, Petrópolis, Duque de Caxias e Rio de Janeiro, no Estado do Rio.

Com o fim da concessão e sem previsão de nova licitação, o trecho da rodovia passa a ser administrado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT).

Sendo assim, as cancelas das praças de Simão Pereira, Areal e Xerém, serão abertas e as tarifas (R$ 12,60 para veículos de passeio) não serão cobradas.

O jornal entrou em contato com a assessoria de imprensa da Concer para entender que medidas serão tomadas pela empresa, que já havia manifestado interesse em prorrogar a concessão.

Em nota, a administradora rodoviária afirmou que o contrato de concessão ainda se encontra em desequilíbrio financeiro e que buscará o reequilíbrio contratual, seja através de prorrogação de concessão ou por meio de indenização.

Empresas apoiam a informação de qualidade

Veja também
error: Content is protected !!