O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Governador do Rio de Janeiro dá posse a novo secretariado; veja os nomes

O novo secretariado do governador Cláudio Castro, do Rio de Janeiro, conta com novos nomes e com secretários que já estão no comando de algumas pastas. Ao todo, serão 32 pastas. Castro manterá 13 dos atuais secretários. Foram criadas novas secretarias como a da Mulher, de Habitação e Intergeracional de Juventude e Envelhecimento Saudável.

Entre os nomes, chama atenção os nomes de políticos aliados, como o ex-prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB) – impedido pela Justiça Eleitoral de ser vice na chapa de Castro, o deputado federal Hugo Leal (PSD) e Rodrigo Bacellar (PL) – investigado pelo Ministério Público nos escândalos do Ceperj e Uerj.

O vice-governador Thiago Pampolha foi anunciado como o novo titular da Secretaria do Ambiente e Sustentabilidade. Para a nova Secretaria da Mulher, Castro escolheu Heloisa Aguiar, presidente do RioSolidario. E para a de Juventude e Envelhecimento Saudável, Alexandre Isquierdo. Na Habitação, o secretário será Bruno Dauaire.

Na Secretaria de Saúde, Luiz Antonio de Souza Teixeira Júnior, o Dr. Luizinho, assume a pasta. Washington Reis, ex-prefeito de Duque de Caxias, assumirá a Secretaria de Transportes e Mobilidade.

A nova secretária de Educação será Patrícia Reis. A Secretaria de Trabalho e Renda terá como titular Kelly Mattos. Rafael Picciani ficará à frente da pasta de Esporte e Lazer. Jair Bittencourt será o titular da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento.

Rosangela Gomes assumirá a Secretaria de Assistência Social. Para o Turismo, Castro escolheu Gustavo Tutuca. Já a Secretaria de Ciência e Tecnologia será coordenada por Dr. Serginho.

O titular da Secretaria Extraordinária de Representação do Governo em Brasília será André Moura. Já a Controladoria-Geral do Estado (CGE) terá como controlador-geral Demétrio Farah. Além disso, o Rioprevidência passará a ter como presidente Eduardo Merlin.

Lista de secretários

  • Casa Civil – Nicola Miccione;
  • Governo – Rodrigo Bacellar (PL);
  • Chefia de Gabinete – Rodrigo Abel;
  • Fazenda – Leonardo Lobo;
  • Planejamento – Nelson Rocha
  • Saúde – Doutor Luizinho (PP);
  • Educação – Patrícia Reis;
  • Ciência e Tecnologia – Dr. Serginho (PL);
  • Polícia Militar – Coronel Henrique Pires;
  • Polícia Civil – Fernando Albuquerque;
  • Defesa Civil e Bombeiros – Leandro Monteiro;
  • Administração Penitenciária – Maria Rosa Lo Duca Nebel;
  • Gabinete de Segurança Institucional – Edu Guimarães;
  • Subsecretaria de Comunicação – Igor Marques;
  • Transporte e Mobilidade Urbana – Washington Reis (MDB)
  • Infraestrutura e Cidades – Uruan Cintra;
  • Ambiente e Sustentabilidade – Thiago Pampolha (União);
  • Agricultura – Jair Bittencourt (PL);
  • Turismo – Gustavo Tutuca (PP);
  • Desenvolvimento, Indústria e Comércio – Vinícius Farah (União);
  • Óleo, Gás, Energia e Indústria Naval – Hugo Leal (PSD);
  • Cultura – Danielle Barros (Solidariedade);
  • Esporte – Rafael Picciani (MDB);
  • Habitação – Bruno Dauaire (União);
  • Assistência Social – Rosângela Gomes (Republicanos);
  • Secretaria Especial de Mulheres – Heloísa Aguiar;
  • Transformação Digital – Mauro Farias;
  • Trabalho – Kelly Christian Silveira de Matos;
  • Representação em Brasília – André Moura (União);
  • Intergeracional de Juventude e Envelhecimento Saudável – Alexandre Isquierdo (União);
  • Controladoria-Geral do Estado – Demétrio Farah;
  • Rio Previdência – Eduardo Merlin;
  • Procuradoria-Geral do Estado – Bruno Dubeaux.

Mudanças: fusão e desmembramento

As secretarias das Cidades e de Infraestrutura e Obras serão fundidas. As pastas passarão a formar a Secretaria de Infraestrutura e Cidades, que será administrada por Uruan Cintra, que ocupava o cargo de secretário das Cidades.

Já a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais será desmembrada em duas. Serão criadas as pastas de Indústria e Comércio, que será conduzida por Vinicius Farah, e de Óleo, Gás, Energia e Indústria Naval, que terá Hugo Leal como titular.

Seguem nos cargos

Continuarão à frente de suas pastas Nicola Miccione (Casa Civil), Rodrigo Bacellar (Governo), Rodrigo Abel (Gabinete do Governador), Leonardo Lobo (Fazenda), Nelson Rocha (Planejamento e Gestão), Fernando Albuquerque (Polícia Civil), coronel PM Luiz Henrique Marinho Pires (Polícia Militar), coronel BM Leandro Sampaio Monteiro (Defesa Civil e Corpo de Bombeiros), Maria Rosa Lo Duca Nebel (Administração Penitenciária), Danielle Barros (Cultura e Economia Criativa).

Mauro Farias (Transformação Digital) e Edu Guimarães (Gabinete de Segurança Institucional) também permanecerão. Além disso, o procurador-geral Bruno Dubeux permanece na Procuradoria-Geral do Estado. O jornalista Igor Marques segue à frente da Subsecretaria de Comunicação.

MP pede cassação do governador e onze aliados por escândalos no Ceperj e Uerj

Empresas apoiam a informação de qualidade

Veja também
error: Content is protected !!