O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Antenas parabólicas deixarão de funcionar com chegada do 5G

Brasília é a primeira cidade do Brasil com a conexão 5G habilitada, a partir de quarta-feira, 06/07. Com a novidade, celulares e outros dispositivos terão ainda mais velocidade e qualidade de conexão móvel, mas antenas parabólicas deixarão de funcionar, pois o 5G utiliza a mesma frequência de sinal.

Segundo a Anatel, os donos das antenas parabólicas terão que trocar o seu aparelho analógico por um digital para continuar assistindo à TV aberta com canais como Globo, SBT, Record, Bandeirantes e muitos outros.

Segundo Ugo Dias, professor do Departamento de Engenharia Elétrica da UnB, os únicos afetados serão os usuários que têm parabólicas analógicas da TV aberta, pois as operadoras de TV por assinatura já adotam o sinal digital.

Falando de equipamentos, a popular parabólica com grade de arame que opera na banda C de 3,5 GHz não funcionará com receptores da TV digital, que operarão na banda Ku com um modelo diferente de antena, que pode ser tanto interna quanto externa.

Entretanto, pode não ser necessário adquirir um novo conversor e uma antena, pois a Entidade Administradora da Faixa fornecerá kits gratuitos. Para receber um, você deve ser inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) e ter uma antena parabólica tradicional instalada e conectada na sua TV. O kit pode ser solicitado pelo site (https://sigaantenado.com.br/nova-parabolica/#como-trocar).

Algumas fabricantes já informam que as novas antenas habilitadas para a banda Ku terão o mesmo padrão das antenas de TVs por assinatura, formadas por chapas de aço para auxiliar na recepção com maior qualidade. Além disso, vale lembrar que o receptor também deverá ser trocado caso o seu ainda seja analógico.

Vale dizer que a conexão 4G continuará sendo fornecida pelas teles. As próximas cidades a receber a nova rede serão Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), Porto Alegre (RS) e João Pessoa (PB). Lembrando que somente Brasília conta com a nova tecnologia 5G, até o momento.

Empresas apoiam a informação de qualidade

Veja também
error: Content is protected !!