O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Você já ouviu falar em lifelong learning? Entenda esse conceito!

Se você ainda não chegou onde deseja chegar é porque existe algo que você ainda não sabe. Profundo, não é? E uma grande descoberta que pode virar a chave na sua vida.

Um sábio já dizia: “aceita que dói menos.” Eis aqui uma verdade. O mundo está em constante transformação e evolução, e quem éramos ontem já não existe mais. E se ainda existir, pode estar com defeito, e exatamente por isto: tudo muda o tempo inteiro.

As mudanças sempre acontecerão, você queira ou não.  Não há como impedi-las. Sendo assim, temos duas opções: ou entramos na insanidade de querer controlar o incontrolável, consumindo desta forma a nossa saúde e ficando para trás ou desenvolvemos uma atitude mental mais resiliente e flexível para acompanharmos assim, tais mudanças, bem como seguir evoluindo naturalmente durante o processo.

Se a segunda alternativa lhe pareceu mais interessante, venha comigo. O conceito de “lifelong learning” está relacionado com educação continuada, e principalmente, no desenvolvimento de novas habilidades comportamentais. No Brasil, este conceito ainda está um pouco lento, justamente pelo pouco conhecimento sobre ela. Contudo, a nível mundial, sobretudo nos países desenvolvidos, este termo é bem popular.

Uma pesquisa realizada pela Pew Research Center revelou que 73% dos americanos se consideram lifelong learners (adeptos do lifelong learning). Em tradução livre, o termo “lifelong learning” significa aprendizado ao longo da vida, tratando-se assim, de aprendizado ao longo da vida que envolve o princípio da educação continuada. Em outras palavras, o termo preconiza a ideia que de os estudos devem ser permanentes, uma vez que as mudanças, em nós e no mundo, fazem parte da natureza.

De acordo o a teoria, a educação formal é apenas uma vertente – embora muito importante – da qualificação. O autodesenvolvimento contínuo é um processo que supera a conquista do diploma, ou seja, não deve acabar. Afinal, viver é lapidar o ser. E enquanto existe vida, existe a oportunidade de aprender algo novo e aperfeiçoar habilidades.

Por fim, o objetivo principal do “lifelong learning” é estimular o estudo continuado. E não estamos falando sobre novos anos na educação básica ou mais etapas na formação profissional, pois, conforme o conceito, a expansão do aprendizado não é uma responsabilidade correlacionada às instituições de ensino, mas sim, à vontade própria do indivíduo e da sua proatividade.

Aristóteles já dizia: “a alegria que se tem em pensar e aprender nos faz pensar e aprender ainda mais.”

O meu convite é: venha para a comunidade lifelong learners e seja um grande protagonista da sua história!

Beijos de luz, Aretuza Lattanzi!

Aretuza Lattanzi – Serra News

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. AceitarLeia mais