O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Trajano de Moraes vai sediar Circuito Carioca Downhill

Uma modalidade esportiva volta com tudo este ano para marcar história na cidade de Trajano de Moraes, na Região Serrana do Rio, mas acontecerá de forma fechada: é o Circuito Carioca Downhill. O esporte marcado pela adrenalina derivada das manobras de alto risco e da velocidade precisou ser remarcado por conta das chuvas que caem na região, mas já tem data certa para acontecer: 23 e 24 de outubro, a partir das 8h. A ação é uma realização da prefeitura, através da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, e será realizada novamente na Floresta Estadual José Zago – Floe.

De acordo com o secretário da pasta, Guilherme Lage, por conta do Decreto Municipal, o evento vai acontecer somente com a participação da organização, e do atleta que terá direito a um acompanhante. O difícil acesso em casos de resgate, obrigou a organização a mudar a data, uma vez que a região tem recebido desde a semana passada um volume de chuva acima do esperado para esse período.

“Tenho que frisar que todos deverão estar usando máscara. A prefeitura estará disponibilizando álcool gel durante as competições. É preciso apresentar o cartão de vacinação atestando a imunização contra covid-19. A Floe, é ideal para o Circuito Carioca. O local é cheio de obstáculos, mas nem por isso intimidará os atletas apaixonados por essa modalidade esportiva cheia de riscos e adrenalina”, comentou o secretário.

O Downhill é uma modalidade que exige dos atletas um tempo muito rápido durante a prática esportiva. Essa edição será feita em dois dias. No sábado, dia 23 (treino), e no domingo, dia 24 (competição). A pista conta com uma ótima estrutura, mas infelizmente será limitada de acesso ao público.

“O evento acontecerá observando todos os requisitos de segurança determinados pela Organização Mundial de Saúde – OMS. A ação será dividida por idade e categorias. O encontrou dará aos competidores a oportunidade para matar a saudade do ambiente das competições e de rever velhos conhecidos, ainda que mantendo o distanciamento social, após um longo período sem provas”, concluiu Guilherme Lage.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais