O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Procon mira abuso no preço do gás de cozinha em Nova Friburgo

O Procon de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, está notificando empresas que comercializam gás de cozinha no município para verificar denúncias de abuso de preço. As revendedoras terão que apresentar notas fiscais dos últimos 90 dias e o valor da revenda do botijão praticado atualmente. As informações prestadas vão ajudar na identificação de possíveis irregularidades no preço final ao consumidor.

Recente pesquisa da Agência Nacional de Petróleo (ANP) mostrou que Nova Friburgo pratica o preço mais caro do combustível no Estado do Rio. Inúmeros consumidores procuraram o Procon recentemente para fazer queixas a respeito dos preços exorbitantes praticados na comercialização do botijão de gás de 13k.

Para confirmar as denúncias e embasado no Código de Defesa do Consumidor, o órgão está notificando as empresas registradas para apresentarem as notas fiscais de compra nas distribuidoras e o preço de revenda no período.

O objetivo é comparar os preços no momento da aquisição nas distribuidoras e revendedores primários com o preço repassado aos consumidores para aferir possíveis casos de práticas abusivas.

“Os consumidores que nos procuraram na unidade do Procon municipal relataram que em cidades vizinhas o preço empregado está abaixo do praticado aqui em Nova Friburgo. Por conta disso resolvemos notificar as revendedoras de gás na cidade”, revelou o coordenador do Procon, Alexssando Gabetta.

Dez empresas já foram notificadas e outras mais também serão. As informações exigidas devem ser apresentadas ao Procon em um prazo de até dez dias. Após essa etapa será feito um levantamento técnico comparando os valores de compra e revenda. Aquelas que estiverem praticando algum ilícito serão novamente notificadas para se enquadrarem e terão que refazer seus preços dentro do valor de mercado. Se não se adequarem, o Procon vai adotar outras sanções cabíveis.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais