O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Brasil está desenvolvendo spray nasal que promete bloquear coronavírus

Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) estão desenvolvendo uma vacina em forma de spray nasal contra a Covid-19. O novo imunizante ainda está em fase de estudos e promete ter baixo custo, proteger contra variantes e bloquear o vírus ainda no nariz. A expectativa é que ela esteja disponível até o fim de 2022.

Além de inovar na forma de inoculação do vírus, com aplicação pelo nariz e não por via intramuscular, o imunizante também se diferencia no antígeno. Jorge Elias Kalil Filho, professor da Faculdade de Medicina da USP e chefe do Laboratório de Imunologia Clínica e Alergia do Hospital das Clínicas, afirmou que em vez de usar a Spike do vírus de Wuhan, está sendo utilizado só a RBD [domínio receptor obrigatório, pela sigla em inglês] das quatro variantes de preocupação.

De acordo com a Fiocruz, a proteína Spike é associada à capacidade de entrada do patógeno nas células humanas e é um dos principais alvos dos anticorpos neutralizantes produzidos pelo organismo para bloquear o vírus.

O pesquisador explicou ainda que o antígeno vai conter pedaços de proteínas que estimulem a resposta celular mais duradoura do que aquela mediada pelos anticorpos neutralizantes. O imunizante, portanto, deve incluir fragmentos que são capazes de matar a célula, caso ela seja infectada. Outra inovação do produto é a criação de um tipo de nanopartícula que adere à mucosa do nariz.

Sobre o custo, Kalil Filho disse que deve ficar em torno de US$ 5, mas que ainda são necessárias outras análises relacionadas ao rendimento. O imunizante poderá funcionar como um reforço, já que, quando o spray estiver pronto, boa parte da população mundial vai estar vacinada.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais