O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Trajano, Madalena, Alto e Friburgo se despedem de Abdo Carim aos 104 anos

Um dos centenários moradores de Nova Friburgo, nascido em Trajano de Moraes, e com vínculos em Santa Maria Madalena e São Sebastião do Alto, morreu aos 104 anos de idade Abdo Carim, o seu Abdinho, homem que estava sempre muito ativo e disposto, apesar da idade avançada. Nas eleições de 2020, por exemplo, mesmo sem obrigatoriedade, fez questão de sair casa aos 103 anos para exercer sua cidadania ao lado do filho, o médico José Antonio Verbicário Carim, servindo de exemplo para muitos jovens (relembre aqui).

Abdo Carim nasceu em Visconde do Imbé, 2º distrito do município de Trajano de Moraes, em 26 de fevereiro de 1917, filho do libanês Carim Abdo Zaiden e de Maria Madalena Abdo. Ele casou-se em Santa Maria Madalena (faleceu viúvo) e residia em Nova Friburgo, mas também tinha vínculo com São Sebastião do Alto, terras que até pouco tempo era visto nos pastos, pois se mantinha ativo como pecuarista.

Era carinhosamente tratado por familiares e amigos por Abdinho. Era viúvo da madalenense Conceição Verbicário, com que se casou em 1941, em Santa Maria Madalena, cuja união perdurou por 63 anos, até o falecimento da esposa, em 2003. Dessa união nasceram dois filhos: José Antônio, médico-cirurgião e professor, e Paulo Roberto, engenheiro e professor, este de saudosa memória. Abdo Carim era avô e bisavô de quatro netos e oito bisnetos.

O filho Paulo Roberto, falecido em 1981, aos 34 anos de idade, participou do projeto do Porto de Sepetiba. Em Nova Friburgo, deixou sua marca em diversos empreendimentos da construção civil, e também como professor na Faculdade de Filosofia Santa Dorotéia, com a qual colaborou em sua criação.

José Antônio é um dos mais renomados cirurgiões do país, conhecido no exterior por sua experiência em videolaparoscopia e cirurgia de obesidade, sendo um dos orgulhos de Nova Friburgo. Fundou o Day Hospital Nossa Senhora do Líbano, cujo nome é uma homenagem às origens da família.

Trajano, Madalena, Alto e Friburgo se despedem de Abdo Carim aos 104 anos

O deu pai, Abdo Zaiden, chegou ao Brasil em 1913, se estabelecendo em Trajano de Morais, onde começou a vida trabalhando na loja de secos e molhados de Jorge Nacif. Em 1921, já tinha dinheiro suficiente para pagar a hipoteca da casa da família no Líbano e trazer o pai, portanto, avô do Sr. Abdo.

Foi com o pai comerciante que Sr. Abdinho aprendeu as primeiras lições sobre comércio e “coisas da vida”, (o primário ele fez em Visconde do Imbé), passando mais tarde a frequentar “orientação em contabilidade”, na cidade de Trajano, ao mesmo tempo em que trabalhava na loja dos pais.

História secular de vida

Abdinho, como é carinhosamente chamado pelos amigos, foi nomeado escrivão da Corregedoria Estadual de Visconde de Imbé, em 1945. Em 1956 foi transferido para Nova Friburgo, onde ocupou o cargo de chefe do cartório eleitoral da 26ª Zona Eleitoral, por indicação do juiz de direito da Comarca de Nova Friburgo, Dr. Rivaldo Pereira Santos. Leal e grato às pessoas que o ajudaram, Abdo Carim manteve fortes laços de amizade com Lafayette Bravo e Dante Laginestra.

Assim como recebeu ajuda para se estabelecer e progredir, foi sempre sensível às necessidades dos outros. Ao longo de sua vida, Abdinho prestou inúmeros serviços à comunidade mais carente, de várias formas. E assim conquistou amigos e o respeito de todos.

Abdo Carim morre aos 104 anos em Nova Friburgo

Durante muitos anos participou, espontaneamente, da organização e apuração das eleições municipais. Paralelamente ao seu trabalho, fazia parte do quadro de comissários de menores onde ocupou o cargo de contador e tesoureiro.

Posteriormente, as coletorias foram extintas e por decreto estadual os seus respectivos titulares (coletor e escrivão) foram automaticamente transferidos para função de agente fiscal, cargo este que exerceu na Inspetoria de Rendas de Nova Friburgo, até 1982, quando foi aposentado. Abdo Carim também trabalhou na Fábrica Haga (meio expediente) durante seis a sete anos, a fim de melhorar seus rendimentos para manter os filhos estudando em colégio particular. A convite do Dr. Dermeval Barbosa Moreira, foi secretário de atas do plano municipal de Saúde.

Foi ativo pecuarista em São Sebastião do Alto. Sua incrível disposição física e alto astral faziam de Abdinho uma pessoa alegre, de bem com a vida, e que não dispensava caminhadas diárias e aulas de alongamento. Em 2017 completou 100 anos, praticando atividade física regularmente, acompanhado por uma personal trainer, e se dava ao luxo de dançar sempre que surgia uma oportunidade.

Abdo Carim deixa exemplos de dignidade, humildade, simplicidade, trabalho e retidão. Assim caminhou essa figura querida e carismática, sempre de bem com a vida. Conviver com Seu Abdinho foi um privilégio de todos os que puderam desfrutar da sua doce existência, por 104 anos.

Texto de Nestor Lopes

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais