O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Detox Emocional #20: Emoções bloqueadoras de uma vida saudável e abundante

Você sabia que as emoções afetam a saúde do corpo na esfera física e também energética? Não? Venham comigo que vocês entenderão tudo.

O medo, a raiva, a mágoa, a culpa e o dó travam a vida porque são responsáveis por bloqueios não somente interior como também no campo vibracional. Quem aí quer ter mais clareza e já começar a realizar o detox para uma vida com mais qualidade?

Vamos, então, trazer clareza aos fatos através de duas vertentes: a psicológica (emocional) e a física quântica (vibracional).

  1. O medo: sob o ponto de vista psicológico, o medo enfraquece, paralisa, causa angústia e ansiedade. Obviamente que, existe sim o medo instintivo e da autopreservação, o qual raramente é ativado de forma saudável. Geralmente é por fraturas/traumas emocionais que provocaram condicionamentos negativos que foram incorporados e alimentados desde a vida intrauterina. Sob o ponto de vista da física quântica, a tendência é a atração, pelo campo vibracional, de situações ameaçadoras que fazem com que isto se ative e potencialize, de forma direta ou indireta. O detox para a cura: fortalecimento das crenças de identidade, capacidade e merecimento. As histórias e as experiências que lhe foram contadas, até de forma não verbal, não quer dizer que acontecerão também com você. O seu propósito é exclusivamente seu. Encontre-o e o siga com paixão fazendo o que tem que ser feito para a sua realização.
  2. A mágoa: sob o ponto de vista psicológico, ela é resultante da não aceitação da realidade como é. Cada ser humano é único e possui uma história particular, uma visão do mundo personalizada, o que cabe é aceitar o outro como é sem necessariamente concordar com os fatos elucidados por ambas as partes e/ou eventos externos. O universo e é natureza são como são, e o que eu quero dizer com isto? Que não irão funcionar de acordo com o nosso mapa mental e com as nossas vontades. Sob o ponto de vista da física quântica, a tendência é a atração de pessoas e situações que potencializarão o que está vibrando e provocarão mais mágoas e decepções. O detox para a cura: não esperar que os outros supram o seu ideal e as suas expectativas. Eu tenho o hábito de dizer que o problema da expectativa é de quem cria. Assuma a responsabilidade por suas escolhas e riscos sem alucinar e se iludir com o outro ou com eventos externos.
  3. A raiva: sob o ponto de vista da psicologia, ela provoca uma grande descarga energética através de explosões de reação e de fúria, mesmo quando controlada, geralmente é despertada por uma sensação de injustiça. Sob o ponto de vista da física quântica, a tendência é a atração de conflitos, brigas e desentendimentos. A raiva é autodestrutiva e destrutiva sistemicamente. O detox para a raiva: realizando o rompimento da energia criada pelo conflito com o perdão. Tudo que se alimenta, cresce. Não dependa de uma atitude alheia para ser livre, faça a sua parte. O universo opera na lei do distanciamento e o que for para ser seu por mérito, uma hora chegará sem que seja necessário brigar por isto.
  4. A culpa: sob o ponto de vista psicológico, é a autopunição por algo até nem cometido. A culpa gera sofrimento e angústia, ao alimentar um comportamento alheio ou alguma situação que não lhe fez bem. O que faz com que a própria pessoa fique se sentindo culpada de forma compulsória. Sob o ponto de vista da física quântica, a tendência é a geração de perdas uma vez que você julga o tempo todo o seu “erro” causando um círculo vicioso de autojulgamento e inconscientemente, alimentando uma crença de não merecimento. O detox para a cura: Não leve para a sua vida um problema que não seja seu. Tenha clareza do que é seu e o do que é do outro. Se for seu, perdoe-se e siga no entendimento que está em eterno processo de aprendizado e evolução.
  5. O dó: sob o ponto de vista psicológico, é a lamentação pela crença de que existem vítimas no mundo. É o sofrimento pelo outro e/ou junto do outro, na projeção psicológica de como você se sente, ainda que inconscientemente. Sob o ponto de vista da física quântica, o dó lhe desgasta emocionalmente porque o seu desejo é tirar a dor do outro, o que também o infantiliza. A tendência é atrair pessoas dependentes e pedintes em todos os níveis da vida. O detox para a cura: deixe o outro ser o outro e seja você, você. No lugar do dó, haja com compaixão ao compreender de forma amável e fraterna as condições do outro, porém sem tomar esta responsabilidade para si. E deixe que o outro tome consciência e assuma a responsabilidade por suas escolhas, assim estará ajudando-o a crescer.

Por fim, só através de uma vida consciente somos capazes de transformar a nossa realidade, a começar pela mudança dos nossos pensamentos e ações. Aqui está a receita infalível para o detox da cura e da libertação.

Aproveitando a semana Pascoal, o meu convite é: que tal uma reflexão sobre o que significa a Páscoa fazendo uma analogia com tudo o que foi mencionado aqui? Sim, é possível ter uma vida mais saudável, de qualidade, harmônica e com longevidade. Vamos juntos?

Eu estou com vocês nesta caminhada! Beijos de Luz. Com amor e carinho, Aretuza. 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais