O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Cantagalo: Secretário vai ao RJ após atraso para buscar vacinas contra Covid-19

Cantagalo: Secretário vai ao RJ após atraso para buscar vacinas contra Covid-19

Os funcionários responsáveis por realizar o transporte das vacinas contra a Covid-19 do Parque de Exposições Raul Veiga, em Cordeiro, para o município vizinho de Cantagalo, chegaram atrasados para a busca do imunizante e não receberam as 80 doses destinadas ao município serrano, nesta segunda-feira (01/3).

Houve um atraso por parte da Prefeitura de Cantagalo, e ao chegarem no local, o helicóptero com as 80 doses da vacina CoronaVac já haviam retornado para o Rio de Janeiro. Apesar do ocorrido, o secretário de Saúde do município, prontamente se deslocou nesta terça (2) para a capital fluminense, onde resgatou a quantidade exata para ser distribuída na próxima fase de imunização em Cantagalo.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) realizou a entrega da nova remessa das doses de vacinas CoronaVac aos municípios do interior do estado. A operação contou com um helicóptero da Polícia Militar e dois do Gabinete Civil do Governo do Estado.

Houve cidades que receberam cerca de 50 doses, como Macuco, e outras nem chegaram a receber 100 doses, como Cambuci, Cantagalo, Cordeiro, Santa Maria Madalena e São Sebastião do Alto. Campos, Macaé e Friburgo foram as únicas cidades que receberam acima de 200 doses (uma mais de mil e as outras duas acima de 500). São Fidélis, por exemplo, recebeu 120 doses.

Público prioritário

A SES esclarece que a definição dos grupos prioritários para a primeira fase da vacinação contra a Covid-19 foi estabelecida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), por meio de decisões tomadas por comissão tripartite. O Estado segue a recomendação do Ministério da Saúde, repassando as orientações aos municípios. Neste primeiro momento, foi definido um grupo prioritário composto por:

  • profissionais da saúde que atuam na linha de frente no combate à Covid-19 e na vacinação
  • pessoas com 60 anos ou mais vivendo em abrigos ou asilos
  • pessoas maiores de 18 anos com deficiência institucionalizadas
  • trabalhadores dessas instituições
  • povos indígenas vivendo em terras indígenas
  • idosos com mais de 90 anos

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais