Operação apura possíveis fraudes de gestores de hospitais de Petrópolis

Operação apura possíveis fraudes cometidas por gestores de hospitais em Petrópolis

Uma operação policial foi realizada na manhã desta quinta-feira (3/12) para investigar possíveis fraudes que teriam sido cometidas por gestores de hospitais particulares de Petrópolis, na Região Serrana do Rio.

A operação dos policiais da delegacia de Itaipava (106ª DP) tinha o objetivo de cumprir cinco mandados de buscas domiciliares, dois deles em condomínios de luxo em Petrópolis, um na Barra da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro, um em Teresópolis e um na Praia do Forte, em Cabo Frio.

Segundo a polícia, as investigações apontaram inúmeras fraudes cometidas pelos gestores de três hospitais particulares em Petrópolis. As fraudes teriam causado o super endividamento de uma das unidades, a ponto de praticamente inviabilizar o seu funcionamento.

As movimentações seriam superiores a R$ 30 milhões.

Há, ainda segundo a polícia, indícios de que gestores tenham participado de fraudes em uso de leitos, inclusive de UTIs, por pacientes do SUS, já que os hospitais são conveniados ao município. As investigações identificaram movimentações milionárias, atípicas e não justificadas pelos investigados.

Nas buscas, foram apreendidos farta documentação e bens de luxo. As investigações prosseguem, em sigilo, visando identificar supostos agentes públicos envolvidos.

Em contato com a Prefeitura de Petrópolis, para saber o posicionamento do município, tendo em vista que as investigações citam hospitais conveniados, a prefeitura informou que “desconhece o conteúdo das investigações e repudia qualquer ato de ilegalidade e fraude, principalmente, em um momento tão delicado em que o mundo vive uma pandemia”.

Fonte: G1

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.