População de São Fidélis cerca hospital e delegacia após suposto estupro

População de São Fidélis cerca hospital e delegacia após suposto estupro

Um suposto estupro revoltou moradores de São Fidélis, que acabaram agredindo um homem que foi apontado como suspeito. De acordo com a Polícia Civil, foi instaurado um procedimento policial para apurar o suposto crime, que teria acontecido na noite dessa segunda-feira (09). O Conselho Tutelar também acompanha o caso.

O homem agredido seria padrasto da suposta vítima, uma criança de 7 anos. A revolta da população começou após o suposto estupro repercutir em redes sociais. Mensagens dariam conta de que a mãe da menor teria consentido a suposta violência sexual. Segundo a Polícia Militar, a casa do casal chegou a ser depredada por populares. Eles conseguiram fugir pela casa de um vizinho e foram retirados do local sob escolta policial.

O casal foi levado para o Hospital Armando Vidal, onde uma multidão cercou a unidade. Após o homem receber atendimento, o casal foi levado para a 141ª Delegacia de Polícia, de São Fidélis, onde havia mais populares revoltados com o suposto caso. Inclusive, a rua da delegacia precisou ser cercada pela PM.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, todos os envolvidos na ocorrência foram ouvidos na unidade e diligências estão em andamento para esclarecer o caso.

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.