Cuidados afetivos: benefícios do autoamor para a saúde

aretuza 1

A prática do autocuidado, com base em uma visão holística do nosso ser, é extremamente importante para o bem-estar e para a qualidade de vida.

Uma arte requer sutileza e sinergia entre teoria e prática. Com efeito, ser saudável é uma arte. Sabe por quê? Porque a simples posse de uma informação não é o suficiente para gerar uma ação. E uma ação só produz resultados eficazes se existir consistência com eficiência.

Autocuidado e autoaceitação não são sinônimos de egocentrismo e nem tampouco de autoafirmação. E você sabia que os cuidados afetivos conosco possuem inúmeros benefícios para a saúde de uma forma geral? Não sabia? Entenda!

Eles ajudam a compreender e a gerir melhor as nossas emoções, a nos acolher, aprofundam o nosso autoconhecimento, ajudam na cura e na libertação interior, nos conduzem para uma vida com mais consciência e sustentabilidade, melhoram a nossa comunicação, nos proporciona segurança, contribuem para a nossa evolução no contexto integral, desenvolvem conexões conosco e com quem nos aproximamos, facilitam e promovem um processo de aprendizagem de forma exponencial.

Autocuidado é saber honrar e respeitar o nosso corpo em sua integralidade, é entender que cada esfera tem sua importância para o todo em equilíbrio e harmonia. É saber honrar e respeitar a nossa história, assim como quem verdadeiramente somos. É dizer não, quando o que queremos é realmente dizer não. É relaxar quando o nosso corpo pede para relaxar. É saber se escutar e se sentir através de todos os sentidos. É se acolher por inteiro. É desapegar-se do querer e do desejar. É apenas ser em essência.

Não espere ter para ser. A felicidade é um estado de espírito interno, quando vivemos desta forma somos mais produtivos e resolutivos em todas as esferas da vida. De fato, só podemos cuidar do outro quando transbordamos em nós. Existem muitas mulheres vivendo a famosa “síndrome da mulher maravilha”, pois querem cuidar e dar conta do mundo esquecendo-se de cuidar da própria vida.

O esgotamento emocional possui um alto impacto no bem-estar e na qualidade de vida. Mas Aretuza, qual é a mágica? Só focar no que é possível controlar, a começar pelos pensamentos. E somente somos capazes de dominar esta técnica através de uma vida de consciência. E qual seria o primeiro passo? Autoconhecimento, clareza de propósitos, criação de estratégias de autodesenvolvimento e repetição.

Não queria ser nota 10 em uma área da vida e 0, 1 ou 2 em outra, mas busque sim o equilíbrio.

Vamos Juntas? Beijo no coração e até a próxima coluna. Com amor, Aretuza!

Detox Emocional #18: pilares essenciais para desintoxicação exponencial

Drª Aretuza Lattanzi

Drª Aretuza Lattanzi

Fundadora do movimento inteligência holística, estrategista, mentora, palestrante e escritora.