Guardas municipais de Friburgo podem agir como agentes de trânsito

guarda municipal

Um novo decreto publicado pela Prefeitura de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, nesta quarta-feira (19), libera a atuação de guardas municipais como agentes de trânsito.

O artigo 8 do decreto municipal nº 672, diz que ele entra em vigor a partir de sua data de publicação. Mas na tarde desta quarta não havia nenhum guarda municipal trabalhando especificamente no trânsito.

De acordo com o comandante da guarda municipal, o trabalho como agentes de trânsito ainda não começou na prática. A estimativa é a de que os guardas municipais comecem a atuar como agentes de trânsito neste fim de semana.

Segundo a Prefeitura, a guarda municipal de Nova Friburgo conta, atualmente, com 111 guardas: 95 homens e 16 mulheres.

Mas não serão todos que atuarão como agentes de trânsito, só os que participaram de um curso especializado há quase 1 ano, entre setembro e outubro do ano passado. Um total de 39 guardas, que já estão certificados e preparados para atuar desde janeiro.

Ainda de acordo com o decreto, esses guardas vão ter identificação especial e vão atuar em conjunto com a Secretaria Municipal de Ordem e Mobilidade Urbana (SMOMU), que segundo a prefeitura tem, atualmente, 18 agentes, mas só 13 na ativa, por conta da pandemia da Covid-19.

O decreto também prevê remuneração para esses guardas municipais referente ao cargo de agente de trânsito.

O decreto traz uma série de considerações. Um dos principais motivos para essa novidade, inclusive, seria o intenso número na frota de veículos, o que impacta no aumento no número de acidentes.

Segundo o Detran, Nova Friburgo tem mais de 130 mil veículos emplacados na cidade. Considerando que a cidade tem quase 200 mil habitantes, a média seria de mais de 1 carro pra cada 2 pessoas.

Ainda segundo o decreto, os guardas municipais da cidade que atuarem como agentes de trânsito terão poder para aplicar multas.

Por Barney Campos / G1

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.