Pádua: Uso da hidroxicloroquina não apresenta “eficácia alguma”, diz presidente da Comissão Covid-19

Santo Antônio de Pádua: Uso da ivermectina hidroxicloroquina e nitazoxanida não apresenta “eficácia alguma”, diz presidente da Comissão Covid-19

Em comunicado publicado na página oficial da Prefeitura de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, o Presidente da Comissão Covid-19, Dr. Marco Antônio, afirmou que o uso de Ivermectina, hidroxicloroquina e Nitazoxanida “parece ser apenas placebo, sem eficácia alguma” no tratamento de pacientes com o coronavírus, pois na prática clínica os resultados são instáveis.

Veja o que disse na íntegra o Dr. Marco Antônio Pires de Andrade:

Santo Antônio de Pádua já está em franca epidemia de Covid-19, só ontem foi colocado 3 pessoas em ventilação mecânica, teve que transferir todas. O número de internações estão aumentado muito, proporcional ao números de infectados.

O uso de Ivermectina, hidroxicloroquina e nitazoxanida parece ser apenas placebo, sem eficácia alguma, já que na prática clínica os resultados são instáveis. Todos que eu usei no início do tratamento, acabaram evoluindo com piora na tomografia. A Pneumonia Viral é mais dependente do seu sistema imunológico. Os remédios citados anteriormente estão sendo prescritos, mas não há garantia de melhora.

Então, a melhor forma de estratégia é o uso de máscara e o isolamento social. O Pico de contágio em Santo Antônio de Pádua deverá se no final de junho. Há ainda de 40 a 50 dias duros pela frente. Ontem foram internadas mais 8 pessoas.

Cuidem-se, pois se não houver uma diminuição dos números de casos, provavelmente vai chegar um momento, que não haverá leito para tratamento de Covid-19 disponível. E gostaria de pedir a união de todos, independe de posição política ou ideológica. Abraços!”