Covid-19: Tradicionais festejos de Santa Rita de Cássia não vão ocorrer

As tradicionais festas da padroeira Santa Rita de Cássia, nos distritos de Cantagalo, na Região Serrana, não ocorrerão este ano como anualmente acontecem. Com a pandemia do novo coronavírus instaurada, todos os eventos precisaram ser cancelados visando evitar aglomerações nas cidades. Milhares de pessoas no mundo já morreram devido à Covid-19.

Atração para diversos visitantes e celebrada por toda comunidade local, a tradicional ‘Festa de Maio’ nos distritos de Santa Rita da Floresta e Euclidelândia, e também na localidade de Porto Marinho, em Cantagalo, não será celebrada este ano.

Os distritos celebram tradicionalmente em maio os populares festejos em louvor a padroeira Santa Rita de Cássia. Devoção para os fieis e atração para quem gosta de curtir a parte social e principalmente os shows.

Mas é a primeira vez em anos que essas localidades de Cantagalo ficarão sem poder festejar os tradicionais eventos. Fica aqui a nossa lembrança da tradicional Festa de Maio, que reúne tantos fiéis e visitantes na cidade.

Tradição

Todo dia 22 de maio começa bem cedo para os moradores e peregrinos em Euclidelândia e Santa Rita da Floresta, distritos do município de Cantagalo. A alvorada, às 5 da manhã, marca o começo das comemorações e homenagens a Santa Rita de Cássia, a santa das causas impossíveis, padroeira das localidades.

Pois a data, que é um dos feriados oficiais da cidade, começa a ser comemorada dias antes. Costumeiramente, diversas atividades culturais e religiosas fazem reverência à santa. O evento mais importante é a tradicional procissão luminosa no entardecer do dia 22, reunindo milhares de pessoas vindas de várias cidades do Rio, e também de outros estados, para homenagear e agradecer a Santa Rita pela intercessão e também para pedir o intermédio dela para alcançar graças.

Entretanto, excepcionalmente este ano, as festas precisaram ser canceladas. Uma das épocas mais expressivas de atrações turísticas na cidade, os festejos de maio, cederam espaço às recomendações de isolamento social por causa da pandemia do novo coronavírus.

Veja também: