Vacinação contra gripe terá esquema para evitar aglomerações

Camapnha Nacional de Vacinação contra gripe começa com esquema especial para evitar aglomerações

O Ministério da Saúde inverteu a ordem de público-alvo da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza. Primeiro, serão vacinados os idosos e os trabalhadores de saúde, que atuam na linha de frente do atendimento à população.

O Ministério da Saúde inicia nesta segunda-feira (23) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. A expectativa é alcançar 67,6 milhões de pessoas em todo o país e vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos, até o dia 22 de maio. Ao todo, 75 milhões de doses da vacina, que já estão sendo enviadas aos estados.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina não tem eficácia contra o coronavírus, mas irá auxiliar os profissionais de saúde a excluírem o diagnóstico positivo da Covid-19, já que os sintomas são parecidos.

Para viabilizar a campanha, a pasta investiu R$ 1 bilhão na aquisição. A vacina é trivalente e protege contra os três vírus que mais circularam no hemisfério sul em 2019: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).

Mas em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, a vacinação contra gripe para o público dos idosos será divida de acordo com a idade, para evitar aglomerações:

Do dia 23/03 ao 27/03: Idosos acima de 70 anos

Do dia 30/03 ao dia 03/04: Idosos entre 65 e 69 anos

Do dia 06/04 ao dia 10/04: Idosos entre 60 e 64 anos

Veja também: