Cronograma de vacinação contra a gripe em Cantagalo, Macuco e Cordeiro

Vacinação contra a gripe: confira o cronograma nos idosos em Cantagalo, Macuco e Cordeiro

Os municípios de Cantagalo, Macuco e Cordeiro, na Região Serrana, têm esquema especial na Campanha de Vacinação Contra a Gripe (H1N1). Em Cantagalo, a imunização ocorre nas em locais abertos e arejados, para evitar aglomerações. Já Macuco e Cordeiro, estão aplicando as vacinas nos idosos em suas próprias residências.

Vacinação em Cantagalo

A Secretaria Municipal de Saúde informou que nesta quinta-feira (26) retomará a Campanha de Vacinação contra a Gripe. A vacinação ocorrerá nas Unidades de Saúde em locais abertos e arejados, para evitar aglomerações. Haverá distribuição de senha com hora agendada. A senha pode ser retirada por um parente do idoso. De acordo com a recomendação da Vigilância em Saúde, somente acamados e domiciliados receberão a vacina em casa. Essa medida tem caráter sanitário e preventivo no sentido de resguardar os idosos.

Vacinação em Macuco

A Secretaria de Saúde de Macuco está aplicando as vacinas contra H1N1 e Influenza nos nossos idosos acima de 60 anos nas suas próprias residências. De acordo com a Prefeitura, eles tem até o dia 16/04 pra cumprir essa etapa de vacinação contra a gripe (H1N1). Na medida em que os lotes de vacina vão chegando, a Secretaria avança na campanha. Portanto, o idoso pode aguardar em casa que dentro desse prazo chegarão os lotes suficientes para todos.

Vacinação em Cordeiro

Seguindo todas as determinações da Organização Mundial de Saúde (OMS) para evitar a proliferação do Coronavírus, a Secretaria de Saúde de Cordeiro iniciou a Campanha de Vacinação contra a Gripe (H1N1). Como nesse primeiro momento a vacinação está sendo aplicada apenas nos idosos e profissionais de saúde, as equipes das Unidades de Saúde da Família estão indo até as residências dos cordeirenses maiores de 60 anos para garantir que eles não se desloquem em busca da imunização.

Mas as vacinas são enviadas pelo Ministério da Saúde aos Estados e, consequentemente, repassadas aos municípios. As cidades estão recebendo a vacina em lotes e todo quantitativo recebido está sendo colocado à disposição da população. Entretanto, a vacina contra a gripe não protege contra o novo coronavírus, mas como os sintomas da doença são parecidos com os da gripe, a campanha de vacinação facilita os diagnósticos por exclusão.

Veja também: