Coronavírus: Exame descarta doença em homem que morreu em Friburgo

Coronavírus: Exame descarta doença em homem que morreu em Friburgo

Na Região Serrana do Rio, um exame descartou a possibilidade do homem que morreu em um hospital da cidade de Nova Friburgo estar infectado pelo novo coronavírus. A informação é da Secretaria de Estado de Saúde.

O Ministério da Saúde monitora 19 casos suspeitos de coronavírus no Rio de Janeiro. A informação foi divulgada neste sábado (29/02) em novo boletim que confirmou uma segunda pessoa infectada pelo vírus em São Paulo.

Na sexta-feira (28), a Secretaria de Estado Saúde Fluminense afirmou que pretende inaugurar, em até 40 dias, um hospital com 75 leitos, que pode ser inteiramente dedicado a doença no caso de uma epidemia no estado.

Fernando Cesar Rodrigues, de 60 anos, tinha o caso acompanhado pelo município de Nova Friburgo por ter realizado um cruzeiro para a Argentina. No entanto, ele não era investigado pelo Ministério de Saúde porque deu entrada na unidade por outros motivos, apresentando alguns sintomas da doença. Ele foi enterrado no Memorial Parque das Montanhas, neste sábado (29).

O caso suspeito de coronavírus do paciente havia sido divulgado na sexta (28) pela Secretaria Municipal de Saúde. Ele estava internado no Hospital Municipal Raul Sertã, pois estava sendo acompanhado por ter outras comorbidades.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, o estado do Rio de Janeiro está na fase zero do plano de contingência, que prevê até três etapas. A primeira etapa é decretada quando há circulação e infecção do vírus. A segunda fase ocorre com a instalação da epidemia e a terceira quando a contaminação atinge níveis como os observados na China, por exemplo.

Primeiro caso suspeito

No dia 26 de fevereiro, a Prefeitura de Nova Friburgo divulgou nota sobre a notificação do primeiro caso suspeito do novo coronavírus em um hospital da rede privada de Nova Friburgo. Se travava de uma mulher, moradora de Nova Friburgo, que realizou um cruzeiro com destino à Argentina no dia 16 de fevereiro e retornou ao Brasil nesta semana. Porém, ela permanece em quarentena na sua própria residência e seu quadro de saúde é estável.

Outras duas pacientes seguem sob observação por casos suspeitos. Elas foram atendidas na rede privada de saúde do município. Elas têm 62 e 65 anos e encontram-se em isolamento domiciliar.

Fake News

Mas a disseminação de informações falsas sobre o novo coronavírus vem sendo investigada pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Internet. A polícia tem feiro levantamentos em redes sociais para monitorar a divulgação de fake news.

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.