Cordeiro: 74% das larvas coletadas em bairros eram do Aedes aegypti

Cordeiro: 74% das larvas coletadas em bairros eram focos do mosquito do Aedes aedypti

Assim como tem acontecido desde o início de 2017, quando lançou a Campanha ‘#Partiu Cordeiro’, a Secretaria de Saúde mantém ações periódicas visando ao combate do mosquito transmissor do vírus da Dengue, Zika e Chikungunya. Contudo, se a população não fizer a sua parte, todos os esforços serão em vão, como confirmam os números recentes levantados pelos agentes de Endemia do município.

Segundo a Coordenação de Combate à Dengue – depois da coleta de larvas de mosquitos feita nos últimos dias nos bairros Lavrinhas, Jardim de Alah, Campanati e Ferreirinha – as análises laboratoriais apontaram que 74% são positivas para o Aedes Aegypti. Além disso, também já foram registrados cinco casos de Chikungunya, o que é preocupante e fez a Secretaria de Saúde ligar definitivamente o ‘sinal de alerta’.

Secretários municipais de diversas pastas e o prefeito se reuniram na principal entrada do bairro Lavrinhas, no dia 28 de fevereiro, para estudar as melhores formas de atuação. Assim, um grande Mutirão de Limpeza teve início em toda a região onde a situação é emergencial. Foram feitas visitações às residências, limpeza de ruas, retirada de entulhos e orientações sobre como combater os focos do mosquito.

A culminância das ações foi no sábado, dia 29/02, na Quadra das Lavrinhas. Diversos profissionais, acompanhados do prefeito Luciano Batatinha, vice Maria Helena e da secretária de Saúde Vânia Huguenin, mantiveram a limpeza e coleta de entulhos e ainda ofereceram Aferição de Pressão Arterial e Glicemia; Testes Rápidos para Detecção de Hepatite, HIV e Sífilis; Orientações de Higiene Bucal; e Vacinação contra o Sarampo.

“Estamos preparados para atender aos munícipes, que devem procurar a Unidade de Saúde de referência. Mas pedimos que todos façam a sua parte. Mantendo limpas as nossas residências conseguiremos eliminar os focos do mosquito e afastar de vez o fantasma da Dengue, Zika e Chikungunya”, garante Vânia.

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.