Conta de água é suspensa para clientes de baixa renda e pequenos comércios

Cobrança de água é suspensa para clientes de baixa renda e comércio de pequeno porte

A Cedae está suspendendo a cobrança das contas de água com vencimentos em maio, junho e julho, para os clientes da Companhia que pertencem às categorias de tarifa social e comércio de pequeno porte. Aproximadamente 230 mil matrículas serão atendidas, beneficiando cerca de um milhão de pessoas com essa decisão.

A autorização do governador Wilson Witzel, publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (25/03), tem por objetivo dar maior tranquilidade financeira ao orçamento de famílias e empreendedores no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A Cedae atenderá prontamente à autorização, o que permitirá que os usuários tenham condições de priorizar e reorganizar despesas nesta fase difícil.

Mas cabe informar que a suspensão de cobrança de água feita pela Cedae se aplica às categorias de tarifa social e comércio de pequeno porte. As demais categorias receberão suas contas normalmente.

A Cedae também já suspendeu todos os serviços de corte de abastecimento. Pois assim, não haverá interrupção do fornecimento de água. Esta ação se aplica a todos os clientes, enquanto durar o período de crise.

Tarifa de água diferenciada destinada à comunidades carentes e a conjuntos habitacionais para moradores de baixa renda que apresentem documentação descrita no Decreto 25.438/99.

Portanto, para os efeitos do presente Decreto considera-se Comércio de Pequeno Porte aquele que possui uma só matrícula e uma só economia hidrometradas e com acesso direto às ruas, observado o limite de 10m³ de faturamento mês.

Veja também: