Bolsonaro é criticado e Witzel diz que ele contraria OMS

Bolsonaro é criticado após pronunciamento e Witzel diz que ele contraria OMS

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), criticou o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por contrariar as determinações da Organização Mundial de Saúde [OMS] e pedir a reabertura de escolas e comércio, e o fim da quarentena decidido por alguns governadores.

Em pronunciamento feito em rede nacional, o presidente Jair Bolsonaro, além de falar novamente que o coronavírus não passa de uma “gripezinha” e de atacar a imprensa, atacou governadores por determinarem quarentena em diversos estados brasileiros.

“A manifestação em cadeia em rádio e televisão do presidente da República contraria as determinações da Organização Mundial de Saúde [OMS]. Nós seguiremos firmes seguindo as orientações médicas. Eu peço a você, por favor, que fique em casa”, disse Witzel.

Amanhã, Bolsonaro vai se reunir com os governadores do Sudeste — que inclui Witzel — para decidir novas medidas, principalmente econômicas, sobre como o Brasil vai seguir encarando o coronavírus.

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.