Petrópolis: Advogados são presos acusados de golpe contra a Unimed

Pretópolis: Quatro advogados presos acusados de golpe milionário contra a Unimed

Quatro advogados foram presos, na manhã desta segunda-feira (10/02), durante uma operação para desarticular uma quadrilha suspeita de aplicar um golpe milionário contra a Unimed.

A ação é comandada por agentes da 105ª Delegacia e promotores do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Rio de Janeiro. Os mandados são cumpridos na capital fluminense e também no Distrito Federal e nos estados da Bahia e de Minas Gerais.

Nos endereços onde os suspeitos foram presos, a polícia encontrou muitas jóias e artigos de luxo. Entre 2012 e 2019 eles movimentaram R$ 400 milhões em suas contas bancárias.

De acordo com as investigações, um dos golpes praticados pelo grupo causou um prejuízo de R$ 17,6 milhões à Unimed de Petrópolis, na Região Serrana.

O golpe milionário consistia em vender para empresas créditos da Receita Federal, que na verdade, não existiam. Os dados falsos eram inseridos no sistema e enganavam empresários.

As investigações apontam que as irregularidades foram praticadas entre setembro de 2012 e abril de 2017.

No caso do prejuízo à Unimed, os advogados primeiro fingiram vender um para o outro a cessão do crédito, depois ofereceram os documentos para a cooperativa.

A Unimed Petrópolis informou que, no dia 10 de fevereiro, através dos veículos de imprensa, que tomou conhecimento das prisões de advogados investigados por fraudes praticadas contra a cooperativa.

Toda a investigação correu em segredo de justiça, mas, desde o início, a Unimed Petrópolis esteve à disposição da autoridade policial, sempre colaborando com o fornecimento de subsídios necessários à elucidação do caso e à responsabilização dos autores.

Assim, a Unimed Petrópolis, como vítima e maior interessada em que tudo seja solucionado da forma mais célere e transparente, mantém sua confiança na Justiça, bem como reitera que seu departamento jurídico permanecerá acompanhando atentamente o desenrolar dos procedimentos criminais em curso

Fonte: G1

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.