Jovens de Cordeiro são aprovados em instituições públicas do estado

Jovens de Cordeiro são aprovados em instituição pública do estado

Aos 18 anos, Guilherme Lopes Resende, que é morador de Cordeiro, na Região Serrana, começou 2020 com uma grande conquista, ele foi aprovado em primeiro lugar em Sistema de Informação pelo Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET).

Guilherme é ex-aluno do Centro Educacional Labor (CELC), e após prestar o vestibular pela primeira vez, conquistou a vaga na unidade federal e já começa as aulas, no próximo dia 10, em Nova Friburgo.

Otimista e com um futuro pela frente ele pretende se dedicar intensamente aos estudos, e conta que sempre se identificou com tecnologia. “Como é uma área muito ampla, creio que posso agregar em diversos setores, com a minha qualificação, porque praticamente todo sistema eletrônico envolve programação, desde um sistema de caixa a um satélite, por exemplo”, destaca.

Já a jovem estudante Rayane Oliveira, 17 anos, é outro grande exemplo, ela conta que desde criança sempre estudou em escola pública.  E ela se orgulha da sua origem e destaca que no ano passado, na rede de ensino, fez parte de umas das melhores turmas do Colégio Antônio Pecly.

De origem humilde e muito estudiosa, Rayane, vai cursar História pela UNIRIO no polo do CEFET, em Cantagalo.  Segundo ela, o encantamento pela licenciatura, surgiu há muito tempo, devido aos excelentes professores que já lecionaram aulas para ela, que é admiradora de cada um.

Rayane está vibrando com a oportunidade de ingressar em instituição pública de ensino, devido à concorrência e a dificuldade financeira para pagar um curso superior particular.  “Foi um presente de Deus em minha vida, eu reconheço as minhas condições e sempre tive orgulho de onde vim e nunca desisti de conquistar os meus sonhos,” conclui.

Jorge Nicolas Ferreira, 18 anos, é mais um dos destaques da cidade, que foi ex- aluno do Colégio José Pinho e a partir do 3° ano do ensino fundamental, ingressou no CELC em Cordeiro, e foi aprovado em engenharia de produção pela UFF.

Dedicado, para alcançar essa aprovação, ele criou uma rotina intensa de estudos durante meses, e precisou abdicar de muitos momentos para passar no vestibular.

Assim como o Guilherme e a Rayane, Nicolas se vê engajado em trazer inovação à região, através do conhecimento que vai adquirir ao longo do curso.  “Eu me vejo no futuro como um profissional capacitado, com vontade de fazer a diferença e eu estudarei e trabalharei para isso”, afirma ele.

Com muitas expectativas para o futuro, o sonho do Nicolas vai além da graduação em produção, assim que finalizar, ele pretende continuar estudando e cursar engenharia ambiental.

Guilherme, Nicolas e Rayane, são os destaques dessa matéria, mas assim como eles, outros que não foram citados também alcançaram aprovação em alguma instituição pública de ensino, e nós do Serra News, parabenizamos a todos por essa conquista. Também parabenizamos a todos os professores que com muito empenho e dedicação prestam um serviço brilhante à sociedade.

Por Ingrid Joia

Ingrid Joia

Ingrid Joia

Jornalista e colunista social do portal Serra News.