Temporal causa transtornos em Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis

Chuva Forte causa transtornos na Região Serrana - em Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis

Uma chuva forte atingiu cidades da Região Serrana do Rio na tarde desta quinta-feira (2/01) deixando vários pontos alagados. Em Nova Friburgo, no bairro Vale dos Pinheiros, uma cratera se abriu na Rua Maria José Dutra de Castro com a rua Waldemar interrompendo o acesso a um condomínio.

No Suspiro, a água barrenta formou um rio na rua Farinha Filho, conhecida por inundar sempre que chove. No local um buraco se abriu mas logo depois foi tapado. Uma foto divulgada nas redes sociais mostra um carro dentro do buraco.

A rua Duque de Caxias, próxima à Defesa Civil, também ficou alagada. Motoristas que passaram pela RJ-130 também encontraram muita água na pista.

No Jardim Califórnia, distrito de Conselheiro Paulino, um carro ficou ilhado no meio da água.

Foram registrados alagamentos também no Centro de Nova Friburgo e no bairro Chácara do Paraíso. Mas no início da noite desta quinta-feira (2), a Defesa Civil divulgou o boletim informativo sobre as ocorrências após o temporal.

Teresópolis

Em Teresópolis, os bairros Ermitage e Bom Retiro tiveram ruas alagadas. A Defesa Civil está em estágio de atenção devido à previsão de chuva moderada a forte nas próximas horas. Em caso de emergência, o órgão pede para que a população ligue para o 199.

Segundo a Defesa Civil, até a última atualização desta reportagem não foi necessário acionar nenhuma sirene no município. Quanto às ocorrências da tarde, a rua João Raposo de Rezende, no bairro Tijuca, começou a ceder e foi interditada após vistoria técnica.

Houve pontos de alagamento em alguns bairros, como Tijuca e Várzea, devido ao volume de chuva elevado, mas, ainda segundo o órgão, a água escoou normalmente.

Petrópolis

Petrópolis, cidade vizinha, também enfrentou transtornos com a chuva desta quinta. Na cidade, segundo a Defesa Civil, choveu 148 mm em apenas quatro horas. O volume de água deixou pedestres e motoristas ilhados.

Também houve acionamento de sirenes e apartamentos tiveram que ser interditados. Pois foram registradas 16 ocorrências até a última publicação desta reportagem.

A Defesa Civil está em estado de atenção devido à previsão de chuva forte na Região Serrana.

Veja também: