Fim da distribuição gratuita de sacolas plásticas nos mercados

Fim da distribuição gratuita de sacolas plásticas nos mercados

O Procon Estadual do Rio de Janeiro, vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, esclarece que à partir do dia 27 de dezembro de 2019 os estabelecimentos supermercadistas do estado não serão mais obrigados a disponibilizar até duas sacolas plásticas gratuitas aos consumidores. O prazo estipulado na Lei 8473/19 que obriga a distribuição gratuita de duas sacolas termina dia 26 deste mês.

Com o objetivo de proteger o meio ambiente, a lei proibiu que os estabelecimentos comerciais com mais de 10 funcionários distribuíssem sacos ou sacolas plásticas descartáveis compostas por polietilenos, polipropilenos e/ou similares.

Estas devem ser substituídas por outras com resistência de no mínimo 4 (quatro), 7 (sete) ou 10 (dez) quilos confeccionadas com mais de 51 % de material proveniente de fontes renováveis e o percentual restante preferencialmente proveniente de material reciclado nas cores verde e cinza.

Nos primeiros seis meses do cumprimento da lei, contados a partir de 26 de junho de 2019, os supermercados deveriam disponibilizar até duas sacolas plásticas gratuitas. Logo, à partir do dia 27 desse mês, os supermercados poderão distribuir as sacolas mediante cobrança máxima de seu preço de custo, neste incluídos os impostos.

Sacolas são ruins?

Não! As sacolas definitivamente não são ruins. Elas nos ajudam a carregar as compras, a armazenar o nosso lixo, a carregar algum objeto, entre várias coisas. Porém, não estamos abominando o uso da sacola, entretanto, gostaríamos que as empresas se mobilizassem em prol de substituir as sacolas plásticas por as biodegradáveis, dando um passo para salvaguardar o planeta.

Impactos das sacolas plásticas

É consumido no mundo inteiro, aproximadamente, um milhão de sacos plásticos por minuto. Como a maioria das invenções do mundo moderno, os sacos plásticos estão relacionados à praticidade e ao conforto, porém, este é o resíduo que mais causa impacto e degradação ao meio ambiente. E na sua maioria, eles são usados apenas uma vez e depois descartados. Essa é a mecânica que estamos acostumados diariamente.

Eles são os principais causadores de entupimentos nas passagens de água nos bueiros e córregos, contribuindo muito para a retenção de lixo e para as inundações em períodos chuvosos. As sacolas plásticas também são responsáveis pela poluição dos mares e rios, se tornando altamente prejudicial à vida dos animais. Estima-se que cerca de 100 mil pássaros e mamíferos morram, por ano, devido à ingestão de sacolas plásticas.

sacolas 2

Substituir a sacola plástica

É possível diminuir a uso dos sacos plásticos, algumas atitudes podem ajudar e muito nessa conquista:

  • Levar sua sacola na hora das compras. Não importa se a quantidade não é suficiente, pelo menos, boa parte das sacolas destinadas a isso não serão utilizadas;
  • Ecobag’s ou sacolas de feira. Elas são feitas de matérias resistentes e podem ser utilizadas por muito tempo;
  • Se precisar transportar um grande número de compras, opte pelo uso das caixas de papelão.
Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.