Luz e Sorrisos: E se ser livre fosse apenas uma escolha? - Serra News | RJ

Notícias

30 de mai de 2019

Luz e Sorrisos: E se ser livre fosse apenas uma escolha?

Coluna da Dra. Aretuza Pires Lattanzi. #Colunista

Eu sou adepta de uma frase: "O homem nada é, mas se torna um ser ao construir sua própria liberdade." - Jean-Paul Sartre. Vamos juntos interpretar essa liberdade? 

Não existe nenhum obstáculo - seja ele histórico, social, econômico, cultural ou psicológico que possa cercear a nossa condição de ser livre, e assim nos isentar da responsabilidade pelas nossas escolhas e atitudes. Faz sentido acreditar, então, que nós temos a responsabilidade pela construção da nossa própria liberdade? 

Gosto de fazer uma analogia da vida com uma embalagem neutra que recebemos por correspondência. Para alguns, essa embalagem é "o caminho das índias" e para outros, não passa realmente de um pacote que não serve para nada. 

Tudo depende do nosso ponto de vista e é exatamente naquilo que visualizamos e sentimos com o que recebemos que reside a nossa liberdade. E se algo que recebemos não nos pertence, mas sim ao outro, que tal devolver ao remetente com consciência anexada? Vamos juntos?

Construir uma mentalidade alicerçada nas nossas escolhas  e na consistência delas é que nos proporcionará a liberdade. Importante ressaltar que a mentalidade do mundo externo e do pensamento coletivo está o tempo todo a nos influenciar, contudo devemos manter sempre em mente que de um modo ou de outro um padrão mental irá predominar, e nós podemos controlar isso. 

Somos portadores de uma singularidade que dá valor e significado à nossa vida. É através desse reconhecimento que somente nós podemos ter que devemos trilhar o nosso caminho, independentemente do que o mundo externo deseja impor sobre nós. Nosso valor, portanto, não depende do que os outros querem enxergar a nosso respeito, até porque cada um tem o ponto de vista e faz o seu julgamento de acordo com o que é importante para si mesmo. Somos ou não aquilo que fazemos de nós mesmos? 

Um beijo no coração de todos e até a próxima coluna!

Nenhum comentário:

Postar um comentário