Famílias tradicionais de Cantagalo e região viram tema de livro

Famílias tradicionais de Cantagalo e região viram tema de livro
Neste ano de 2019 comemora-se os 200 anos da partida dos colonos suíços com destino à Fazenda do Morro Queimado (atual Nova Friburgo), pertencente à Velha Cantagalo. E, para comemorar, surge mais um livro sobre as famílias tradicionais de Cantagalo, lavra do genealogista Júlio César Araújo Lutterbach Galhardo de Castro, intitulado “Wermelinger, Monnerat, Lutterbach, Lemgruber e Erthal – Biografias”.
 
Com exceção da família Erthal, de origem alemã, as famílias Wermelinger, Monnerat, Lutterbach e Lemgruber são oriundas da Suíça, e uma coisa une todas elas: o laço consanguíneo. Formando um verdadeiro clã, membros com esses sobrenomes se uniram por matrimônio ao longo dos anos  desde a chegada ao Brasil, formando o que muitos chamam de “uma só família”. 
 
Muitos descendentes desses imigrantes destacaram-se em seus diversos segmentos, contribuindo largamente para o Tesouro Nacional com a implantação de Sociedades Agrícolas modelares, possibilitando significativa exportação de café,  e com a introdução do gado zebu no país.
 
O livro aborda as vidas vitoriosas e laboriosas de muitos desses membros e conta com o prestimoso prefácio do médico e pesquisador Dr. Henrique Bon, um dos mais respeitados nomes quando o assunto é a imigração suíça de 1819/1820. Um livro entorno das famílias tradicionais de Cantagalo.
 
Quem desejar adquirir o livro pode entrar em contato diretamente com o autor através dos contatos: Whatsapp (32) 988817853 / Facebook (Julio Lutterbach Galhardo) / E-mail: [email protected].