O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Atleta de Cantagalo é campeão brasileiro de Futebol para Amputados

Já escrevemos sobre ele em 2021, quando defendeu o Brasil na Seleção Brasileira de Futebol para Amputados na Copa do Mundo da modalidade, em 2022, na Turquia.

Desta vez, Fabricio Ferreira Garcia se tornou campeão de forma invicta pelo time de Ourinhos, na Copa do Brasil de Futebol para Amputados, no dia 30 de junho.

Para sagrar-se campeã, a equipe superou grandes adversários, incluindo Bahia, Paraná, Portuguesa, Piauí, entre outros.

  • Ourinhos 5 x 0 Piauí
  • Ourinhos 3 x 0 Bahia
  • Ourinhos 4 x 0 Pantanal
  • Ourinhos 4 X 0 Assama Paraná
  • Ourinhos 4 x 0 São Bento
  • Ourinhos 2 x 0 Assama Maringá

Fabricio Ferreira Garcia é nascido e criado no município de Cantagalo (RJ), mas reside em Rio das Ostras (RJ). Ele vem se destacando no futebol para amputados.

Fabricio sofreu um acidente de trabalho em uma fábrica de cimento no ano de 2007, e a partir dali, precisou rever os conceitos para sua nova rotina de vida. Os momentos difíceis e a mudança drástica no estilo de vida não puderam ofuscar o seu brilho.

“Descobri o Futebol de Amputados em novembro de 2007. Estava vendo televisão e passou uma reportagem sobre a modalidade, onde o pessoal estava disputando uma copa do mundo na Turquia, em novembro daquele ano” – conta ele.

“Quando vi aqueles atletas jogando futebol de muletas, chutando, correndo, driblando e fazendo gols, me enchi de esperanças novamente a voltar jogar futebol, esporte que sempre fui apaixonado e vi ali uma oportunidade de voltar aos gramados e agarrei” – disse.

Fabrício se encheu de esperanças para aquela nova etapa de sua vida. “Após conhecer o campeão Mario Mello, de Nova Friburgo, comecei a treinar em casa e no meio de amigos. Só participei na primeira competição em 2010, numa Copa do Brasil, onde joguei pelo time da ASSAMA-Maringá, e pudemos ficar com o 3° lugar” – conta.

O atleta cantagalense não parou mais de jogar o futebol de amputados e começou a disputar competições na modalidade. Hoje, é colecionador de troféus e medalhas de tantas disputas já conquistadas.

Já foi campeão Brasileiro, campeão da Copa do Brasil, campeão Paulista, campeão do 1° Open Osasco, campeão da Taça Verão de Rio das Ostras, entre outros.

Veja também