O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Aparição de escorpiões preocupa moradores de Cantagalo

Moradores de Cantagalo, na Região Serrana do Rio, estão assustados com a aparição de escorpiões nas residências e vias públicas nos últimos dias. O escorpião comum na região é o amarelo. A Prefeitura de Cantagalo não se manifestou sobre o caso.

Moradores relataram aparição no Bairro Novo Horizonte (BNH) e também no quinto distrito de Boa Sorte. No município, casos de infestação são mais comuns em São Sebastião do Paraíba. Em julho de 2018, uma criança de apenas onze meses morreu no distrito devido uma picada do escorpião amarelo.

O Brasil têm centenas de casos de mortes de crianças por picada de escorpião nos últimos anos. Na Região Serrana, o polo do soro antiescorpiônico é Nova Friburgo, portanto, caso ocorra algum acidente nesse sentido, os hospitais recorrem ao polo referência.

Como agir?

A principal coisa ao saber que foi picado por um escorpião é agir rápido. O atendimento deve ser feito em um tempo máximo de três horas. Crianças de zero a nove anos integram o grupo de risco. Por serem menores, o veneno se espalha de maneira mais rápida e intensa.

Apesar de dolorida, a picada não deixa marcas, então não há como saber onde exatamente ocorreu. O principal sintoma é a dor intensa no local da picada, mas a dor se espalha depois para o resto do corpo. Dependendo da idade, outros sintomas aparecem, como vômitos e queda repentina de pressão. Não é indicado o uso de qualquer medicamento ou procedimento paliativo (enfaixar, imobilizar, amarrar).

É importante que a população fique atenta sobre os riscos e os procedimentos no combate ao escorpião amarelo. Em caso de picada do animal, você deve se direcionar para a unidade hospitalar mais próxima ou ligar para o SAMU (192).

Prevenção

É bom deixar bem claro que nunca se deve utilizar produtos químicos com cheiro para eliminar os escorpiões, este animal tem sensores embaixo do dorso que detectam qualquer risco químico que o ambiente possa lhe oferecer. Para evitar os escorpiões na parte interna da residência, limpe e tente manter ventilação sobre cantos, armários, pisos e vazamentos em móveis e revestimentos.

A principal fonte de alimentação dos escorpiões são insetos. Portanto, se sua casa possui grande incidência de baratas, moscas, aranhas e outros, será necessário se livrar primeiro destes insetos para que o escorpião tenha mais dificuldades em se alimentar e estar inserido no âmbito de sua residência.

Os escorpiões podem ainda se alimentar de migalhas e demais restos de alimentos. Utilize inseticidas ao redor de sua casa; eles não afetam os escorpiões, mas matam os insetos que servem de alimento para ele. Tenha cautela com o produto químico que está usando – ele pode ser nocivo aos humanos ou animais domésticos.

Na parte interna da casa, os ambientes mais povoados por escorpiões ficam embaixo das camas, em gavetas, sofás e em caixas de papelão. Portanto, manter bagunça ou objetos velhos desorganizados dentro da casa ou quintal, certamente servirão de atrativo para os escorpiões lá se alojarem. Tome cuidado ainda ao lidar com pilhas de roupas e sapatos. São esconderijos muito utilizados pelo escorpião amarelo.

Para evitar que os escorpiões entrem na sua casa, é importante também tomar cuidado com os ambientes externos à sua residência. Tente acabar com os possíveis abrigos de escorpiões no quintal, como: tijolos, telhas empilhadas, moitas e folhagens. Escorpiões preferem ambientes escuros ao longo do dia.

Empresas apoiam a informação de qualidade

Veja também
error: Content is protected !!