O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Suspeitos de integrar quadrilha de estelionatários são presos em Macuco

Exclusivo: Suspeitos de integrar uma quadrilha de estelionatários foram presos por policiais civis na Prefeitura de Macuco, Região Serrana do Rio, quando tentavam aplicar um golpe no município. Policiais civis da 154ª DP agiram rapidamente no gabinete da prefeitura, quando uma partícipe era recebida pela prefeita Michelle Bianchini. Outros homens foram detidos pela Polícia Militar na parte debaixo do prédio. Há suspeita do envolvimento de um policial civil no caso.

Tudo começou quando uma mulher fez contato com o setor de obras de Macuco, dizendo ser uma superior do Departamento de Estradas e Rodagem do Rio de Janeiro (DER-RJ), e que iria sanar todas as demandas referente a pasta no município. O caso foi encaminhado à prefeita Michelle Bianchini, que, entusiasmada, criou expectativas em sanar as demandas da municipalidade.

Uma reunião foi então agendada com a mulher que se passava por falsa superior do DER-RJ, na quinta-feira (12/05). Entretanto, o DER-RJ e a Polícia Civil fizeram contato com autoridades de Macuco, informando que tratava-se de impostores, e que são acusados de tentar golpes relacionados a atos licitatórios em outras prefeituras do Rio de Janeiro.

A mulher acabou sendo detida por policiais da 154ª Delegacia Legal de Cordeiro, dentro do gabinete da prefeita, juntamente com outros homens que davam cobertura na parte debaixo do prédio da Prefeitura de Macuco. A ação acertada envolveu policiais civis da 154ª DP e militares do 11º BPM. Ao Serra News, a 154ª DP informou que ainda não sabe precisar a especialidade dessa quadrilha, que foi justamente desmantelada na quinta-feira (12), em Macuco.

Pelo menos quatro suspeitos foram levados para a 154ª Delegacia Legal de Cordeiro e, posteriormente, encaminhados à 151ª DP de Nova Friburgo. Devido o suposto envolvimento de um policial civil como parte desta quadrilha, o caso está sendo investigado sob sigilo na Corregedoria Regional da Polícia Civil do Rio de Janeiro – informou ao Serra News, que buscou mais detalhes sobre o caso.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. AceitarLeia mais