O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

1ª Abolição de Escravos no Brasil teria ocorrido em Santa Maria Madalena

O abastado fazendeiro Manuel Luiz Ribeiro, que recebera do Imperador D. Pedro II, através do Decreto de 17 de dezembro de 1881, o título de Barão, cujo ato foi referendado por Manoel Pinto de Souza Dantas, Ministro de Estado de Negócios do Império, era proprietário da fazenda Castelo, formada por grande gleba de terras no município de Santa Maria Madalena, Região Serrana do Rio.

Com esse título Manuel Luiz Ribeiro ficou conhecido como Barão de Castelo. Notabilizou-se por seu espírito empreendedor e generoso e, principalmente, pela incansável luta em prol do desenvolvimento de Santa Maria Madalena. Foi baluarte em duas situações muito importantes para o crescimento econômico do município, uma quando da construção da malha ferroviária de que passou a dispor Santa Maria Madalena e a outra por ocasião da luta travada para que o município obtivesse sua independência político/administrava, alcançada em 08 de junho de 1862.

De acordo com registros constantes de jornais que circulavam na ocasião, coube a Manuel Luiz Ribeiro, o Barão de Castelo, a iniciativa de ser o primeiro fazendeiro a libertar seus escravos antes mesmo da promulgação da Lei Áurea. Essa decisão do Barão, de acordo com registros da imprensa local, se deu após a uma viagem que fizera a Portugal, quando teve a oportunidade de viajar no mesmo navio em que também viajaram altas personalidades da Coroa Portuguesa, entre as quais, a Princesa Isabel, que após conversações na metrópole ficou convencida de que o fim da escravidão era algo inevitável.

O Barão, por sua vez, conhecedor da forte tendência a favor da abolição da escravatura e convencido de que a alforria dos escravos era uma questão de tempo e amparado ainda no seu espírito generoso, não fez por menos, ao chegar de viagem tratou logo de alforriar os seus escravos, o que aconteceu no mês de dezembro de 1886, portanto, em torno de 500 dias antes de 13 de maio de 1888, data em que a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea colocando todos os escravos do Brasil em liberdade.

A verdade é que essa viagem da Princesa Isabel a Portugal é fato comprovado nos registros históricos do Brasil, como também podem ser comprovadas as notas constantes dos periódicos impressos que circulavam naquela ocasião em Santa Maria Madalena, A Semana e a Tribuna de Magdalena, dando conta da alforria dada aos seus escravos pelo Barão de Castelo.

Assim sendo, a meu entender, até prova em contrário, a abolição dos escravos no Brasil, aconteceu primeiro, em Santa Maria Madalena.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais