O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Defesa Civil coordena simulado de desocupação em Petrópolis

No sábado, 27 de novembro, a Defesa Civil de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, realiza uma simulação para mobilizar a população em dias fortes de chuva. O projeto começou a ser estruturado em outubro deste ano. Na simulação, os agentes darão instruções aos moradores em relação ao que deve ser feito em momentos de forte chuva.

No dia 11 de janeiro de 2011, a Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro era devastada pela chuva que culminou na tragédia climática de 2011, a maior do Estado. Foi a maior catástrofe ambiental do Brasil causada por fatores climáticos, somando mais de 918 mortes, 200 desaparecidos e 30 mil desabrigados. A cidade de Petrópolis, Nova Friburgo e Teresópolis sofreram com perdas irreparáveis.

A ação da Defesa Civil vai acontecer na comunidade do Floresta e visa testar voluntários. “Esse é um sistema que conta com a participação da comunidade. Que busca integrar a comunidade, as ações da Defesa Civil. Ele é um programa complementar ao sistema de alerta e alarme do Estado. É uma ideia que foi inspirada no sistema existente em Cuba, para furacão, utilizando apitos. É um maneira de minimizar os efeitos das chuvas em Petrópolis”, explicou o Tenente Coronel, Gil Kempers.

Essa região não possui o sistema de sirene, então o uso de apitos será aderido para promover a mobilização, quando necessária. No início do projeto, foi preciso estruturar o Núcleo Comunitário de Defesa Civil (NUDEC), que conta com a participação de 16 moradores. Eles terão contato direto com a Defesa Civil. Dessa forma, será possível passar as orientações de segurança aos outros moradores.

No período de estruturação, foi feito o mapeamento de áreas de risco, definição e sinalização de rotas de fuga seguras, definição do ponto de apoio para o acolhimento dos moradores e demarcação de áreas para o posicionamento dos voluntários que farão o acionamento dos apitos quando orientados pela Defesa Civil, por meio de grupo de comunicação por aplicativo.

No sábado, 27/11, durante o simulado, os moradores colocarão em prática as instruções recebidas ao longo desse mês. Além disso, eles receberão os materiais que os auxiliarão nos dias de chuva forte, como os apitos, capas de chuva, coletes de identificação dos voluntários e lanternas.

Macuco apresenta Plano de Contingência para Desastres

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais