O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Doença silenciosa: crescem os casos de diabetes no mundo

O número de adultos de 20 a 79 anos com diabetes no mundo aumentou 16% entre 2019 e 2021, conforme dados da Federação Internacional de Diabetes. Segundo o Atlas Diabetes deste ano, 1 em cada 11 adultos vive com a doença nas Américas Central e do Sul, e 1 a cada 3 não foi diagnosticado.

Há dois tipos de diabetes: o tipo 1, quando a pessoa nasce com a doença ou apresenta os sintomas no início da infância; e o tipo 2, que se manifesta durante a vida. Uma dieta balanceada é uma das medidas de prevenção mais importantes. A geriatra Roberta França lembra que alimentos salgados também podem levar ao diabetes.

Os dados do IDF mostraram um aumento importante nos casos de diabetes no Brasil e no mundo. Os dados mostram que 537 milhões de pessoas no mundo têm diabetes, sendo que houve um aumento de 16% em relação aos dados de 2019. Em relação ao Brasil, estima-se que 15 milhões de brasileiros tenham a doença, embora um terço desconheça isso.

É um problema, porque o diabetes é uma doença que é importante ter diagnóstico precoce para evitar as complicações decorrentes da doença, como problemas renais, cardíacos, nos nervos, inclusive levando ao comprometimento da circulação nos pés, amputações e problemas de visão que podem levar à cegueira.

Quando se deve fazer o exame?

O rastreamento desses pacientes de risco deve ser feito o quanto antes. A Sociedade Brasileira de Diabetes recomenda o rastreamento em pessoas acima de 45 anos ou aqueles com fatores de risco para a diabetes, como obesidade, sedentarismo, casos de parentes de primeiro grau com diabetes, síndrome dos ovários policísticos, pessoas que tenham hipertensão e doença cardiovascular devem fazer o rastreio porque uma vez diagnosticada precocemente se previnem essas complicações citadas anteriormente.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais