O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Preço da arroba bovina cai após casos de vaca louca

A comercialização de gado e o preço da arroba estão em queda. Animais em ponto de abate continuam confinados em fazendas de Goiás, devido, principalmente, às dificuldades na exportação.

A justificativa para o preço menor foi o impedimento de exportações para a China e outros países devido aos casos de vaca louca atípica identificados no país. Antes disso, o valor dos animais estava entre R$ 20,00 e R$ 30,00 acima das cotações atuais.

Com o gado parado nas fazendas, os custos com a produção aumentaram. Os criadores estão gastando mais com rações e também com funcionários.

Em Goiás, a média mensal de exportação da carne bovina era de mais de 22 mil toneladas. Só em agosto, o setor registrou recorde de 33 mil toneladas, sendo o melhor cenário desde 2017. Mas, com esses problemas, os números devem ser menores pelo menos em setembro. Contudo, este cenário deve mudar.

Crise faz com que fluminenses substituam carne bovina por salsicha

Vaca louca

Vale explicar que a doença da vaca louca (EBB) é uma doença crônica degenerativa que afeta apenas os bovinos. Ela é causada pela presença de partículas proteicas infecciosas, os príons. Essas partículas anormais podem se manifestar através da genética, do consumo de carne contaminada (de outro animal já doente e com príons) ou de forma espontânea (ainda desconhecida). Em humanos, ela recebe o nome de variante da Doença de Creutzfeldt–Jakob (vDCJ).

Segundo o Mapa, estes são o quarto e quinto casos atípicos da doença da vaca louca registrados em mais de 23 anos de vigilância no Brasil. Ambos ocorrem de maneira espontânea e esporádica e não estão relacionados à ingestão de alimentos contaminados com príons. Além disso, a pasta destacou que o país nunca registrou a ocorrência de caso clássico do mal da vaca louca. Por isso, é frisado o termo atípico.

Esses casos atípicos surgem do organismo do animal, principalmente de organismos com mais idade, espontaneamente. Eles não acontecem devido à ingestão de alimentação contaminada, o que diminuí os riscos para o rebanho. Conforme as autoridades explicaram, os dois animais apresentavam idades avançadas e estavam deitados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais