O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Polícia investiga morte bárbara de jovem cabeleireiro em Nova Friburgo

A Polícia Civil investiga em Nova Friburgo a morte bárbara do cabeleireiro Leandro de Aguiar Louback, de 26 anos, que morreu no último domingo, 30 de maio, no Hospital Municipal Raul Sertã, vítima de graves ferimentos. Leandro foi encontrado desacordado às margens da RJ-130 (Nova Friburgo-Teresópolis), na altura do bairro Córrego Dantas na noite do dia 18 de maio.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o registro foi dado como atropelamento. Mas de acordo com uma amiga da vítima, no entanto, em conversa com enfermeiros do hospital, foi relatado à ela que Leandro não tinha fraturas pelo corpo, tendo ferimentos basicamente na região da cabeça. Ela acredita que o amigo possa ter sido vítima de agressão por homofobia.

Segundo a polícia, as investigações estão em andamento, e a possibilidade de agressão não é descartada. Nas redes sociais da Delegacia Legal de Nova Friburgo, o delegado Henrique Pessoa, informou que “o inquérito já foi instaurado e nenhuma hipótese será descartada. O caso está sob sigilo e ainda não há laudo disponível. Não tenham dúvidas que a investigação será séria e comprometida, como tem sido a atuação da nossa unidade em temas sensíveis. Gratos pela confiança.”

Também através das redes sociais, grande parte da população friburguense acredita que o crime bárbaro e brutal tenha tido a homofobia como causa. O enterro de Leandro aconteceu no fim da tarde de segunda-feira (31/5) no Cemitério de Patrocínio. Segundo familiares, a mãe da vítima está desolada e inconformada com a morte do filho.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais