O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Supremo Tribunal Federal decide manter fechados templos e igrejas no Brasil

Supremo Tribunal Federal decide fechar templos religiosos e igrejas no Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria nesta quinta-feira, 8, a favor do entendimento de que cabe aos governadores e prefeitos a escolha sobre a proibição de missas e cultos durante a pandemia de Covid-19. Dos 11 ministros da Corte, nove defendem que a as atividades religiosas poderão ser suspensas, a depender da definição dos governantes locais.

A maioria dos votos usou a ciência como justificativa. Para os ministros, a atual situação crítica do Brasil na pandemia justifica que igrejas e templos religiosos sejam fechados temporariamente para evitar aglomerações em lugares fechados. Só Dias Toffoli e Kassio Marques Nunes votaram a favor da liberação.

“A pandemia não pode ser uma justificativa para rasgar a Constituição. A liberdade religiosa não foi defendida”, disse o bispo Eduardo Bravo, presidente da Unigrejas (União Nacional das Igrejas e Pastores Evangélicos) ao criticar a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que decidiu contra a liberação de cultos religiosos.

A decisão pelo fechamento foi considerada drástica e desproporcional. “Trata-se de um exemplo clássico de retrocesso democrático”, afirmou Bravo. “As igrejas complementam o trabalho do poder público, principalmente levando orientação num momento como o que estamos vivendo. O governante inteligente deveria enxergar a igreja como uma parceira.”

https://www.instagram.com/p/CNc0Sdaha-i/

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais